Cidadeverde.com
Esporte

Raphael Veiga se diz 'ansioso' para voltar no Palmeiras após 'ano muito louco'

Imprimir

O meia Raphael Veiga fez em 2022 sua melhor temporada com a camisa do Palmeiras em números. Além de gols e assistências, brilhou conquistando o Paulistão, o Brasileirão e a Recopa Sul-Americana. 

Mas acabou perdendo a reta final do ano por causa de lesão no joelho direito. Após 'sofrer' do lado de fora do campo, ele revelou que está ansioso para retornar aos gramados.

Com a ida de Gustavo Scarpa para o Nottingham Forest, da Inglaterra, Veiga será o principal responsável pela armação da equipe na próxima temporada, na qual a equipe tentará recuperar a hegemonia na Copa Libertadores e ainda terá grandes disputas pela frente, como a decisão da Supercopa do Brasil contra o rival Flamengo.

Ele não entra em campo desde o dia 6 de setembro, quando o Palmeiras empatou por 2 a 2 com o Athletico-PR no Allianz Parque e caiu na semifinal da Libertadores. Depois de passar por uma artroscopia no joelho direito, o jogador espera voltar bem e recuperar a boa fase.

"A vida é assim, desfrutar dos momentos bons, aprender com os momentos mais difíceis e ser grato o tempo inteiro", escreveu em seu Instagram para avaliar a temporada.

"Um ano meio louco. Ganhei 3 campeonatos, joguei jogos importantes, joguei muito bem, mas também joguei mal. Fiz vários gols, mas perdi 3 pênaltis", afirmou, com uma gargalhada, pois é bastante preciso nos tiros livres.

E seguiu na retrospectiva para prever um 2023 melhor. "Tive duas lesões, sendo uma cirurgia que, ainda que 'pequena', me tirou dos campos por três meses e mesmo assim foi meu melhor ano (em números). Fora outras coisas que aconteceram no ano", disse.

"Falo tudo isso para dizer que nem sempre as coisas serão maravilhosas em nossa vida. Mas Deus faz tudo ficar mais leve. Nunca perdi a fé e a esperança em um amanhã ainda melhor", afirmou.

O meia encerrou sua mensagem abençoando a todos e revelando que não vê a hora de voltar a fazer o que mais gosta: jogador futebol com a camisa do Palmeiras. "E isso, galera. Ansioso para 2023."

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir