Cidadeverde.com
Política

"Gera ruído, mas é uma adequação", diz Georgiano sobre reajustes

Imprimir

O deputado estadual Georgiano Neto (MDB) afirmou, nesta terça-feira (27), que a aprovação do Projeto de Lei da Mesa Diretora que reajusta os subsídios do governador, do vice, dos deputados estaduais e dos secretários, é apenas uma adequação à lei aprovada e promulgada no Congresso Nacional.

"O que foi aprovado na Assembleia foi uma adequação à lei federal que foi aprovada na semana passada. Vai acontecer na Assembleia do Piauí e nas outras 26. Tem quer aprovado", afirmou em entrevista à TV Cidade Verde.

Os reajustes serão escalonados em quatro percentuais. O primeiro deles entra em vigor em 1º de janeiro de 2023. O governador do estado, por exemplo, passará a ganhar R$ 29.469,99. Atualmente o salário é de R$ 17 mil.

A partir de 1º de abril de 2023 os valores aumentam para R$ 31.238,19, passando para R$ 33.006,39 em 1° de fevereiro de 2024 e para R$ 34.774,64 em 1º de fevereiro de 2025.

"É uma matéria que gera alguns ruídos, mas naturalmente, eu posso falar por mim, vamos fazer cada vez mais pelo PIauí", disse o deputado.

Os reajustes no Piauí seguem um efeito cascata de medida semelhante adotada em Brasília. Na semana passada, o Senado aprovou o projeto de decreto legislativo que reajusta o subsídio dos membros do Congresso Nacional, do presidente e vice-presidente da República e dos ministros de Estado.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir