Cidadeverde.com
Política

Políticos brasileiros homenageiam o atleta do século XX

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

A morte do maior e mais famoso jogador de futebol da história gerou uma onda de citações e homenagens mundo a fora. No Brasil, as maiores autoridades políticas brasileiras se pronunciaram nas redes sobre a morte de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, aos 82 anos, anunciada nesta quinta-feira, 29. O Rei do Futebol foi vítima de um câncer no cólon e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 29 de novembro.

Confira as principais notas de pesar feitas por políticos brasileiros até o momento:

Do deputado federal e ex-ministro das Comunicações Fábio Faria (PP-RN): "O Rei Pelé, Rei do Futebol, que conquistou o mundo e deu muitas alegrias ao Brasil, acaba de falecer. Grande perda ao Brasil e aos brasileiros. Meus sentimentos aos amigos e familiares. O craque chega ao céu."

Da futura ministra do Meio Ambiente, Marina Silva: "O Brasil está de luto. Pelé, o nome dele foi e continuará sendo adjetivo, sinônimo de ser craque e ser genial naquilo que faz. Que Deus conforte seus familiares e sua incontável torcida."

Da futura ministra do Esporte, Ana Moser: "O que dizer desse dia, nessa hora? Quis o destino que no mesmo dia em que fui anunciada para o Ministério do Esporte, cadeira que primeiramente foi dele, há 24 anos, Pelé nos deixa. Em meio à tristeza, fica a admiração e o respeito pelo atleta do século, o rei do futebol. E pelo cidadão que deu sua contribuição para a sociedade, que representou a qualidade e a força do povo brasileiro. Edson Arantes do Nascimento partiu, Pelé é eterno e continuará alegrando as novas gerações com seus gols!"

Do governador reeleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo): "Minas perde um dos seus filhos mais ilustres, o Brasil, o seu maior camisa 10, e o mundo, o Rei do futebol. De Três Corações, o Atleta do Século. Em nossas memórias ficarão as vitórias e alegrias que proporcionou aos brasileiros e amantes do esporte. Obrigado Pelé!"

Do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira: "Neste dia tão triste em que perdemos um grande rei, toda homenagem é pouca. Não há um canto da terra que não conheça seu nome: Pelé, mais que um jogador de futebol, foi uma lenda. Ninguém jamais fez o que ele fez em campo, muito menos fora dele. Pelé arrastou multidões, parou uma guerra e colocou o Brasil no topo do mundo. Hoje, Edson Arantes do Nascimento se vai, mas Pelé viverá eternamente em cada arquibancada, em cada drible e em cada gol marcado nas tardes de domingo. Viva o Rei, viva Pelé."

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir