Cidadeverde.com
Últimas

Lula lamenta morte de Pelé: 'Nunca houve um camisa 10 como ele'

Imprimir

O presidente eleito Lula (PT) lamentou nesta quinta-feira (29) a morte do rei Pelé aos 82 anos. "Deixou uma certeza: nunca houve um camisa 10 como ele. Obrigado, Pelé", escreveu.

"Eu tive o privilégio que os brasileiros mais jovens não tiveram: eu vi o Pelé jogar, ao vivo, no Pacaembu e Morumbi. Jogar, não. Eu vi o Pelé dar show. Porque quando pegava na bola ele sempre fazia algo especial, que muitas vezes acabava em gol. Confesso que tinha raiva do Pelé, porque ele sempre massacrava o meu Corinthians. Mas, antes de tudo, eu o admirava. E a raiva logo deu lugar à paixão de vê-lo jogar com a camisa 10 da Seleção Brasileira", afirmou o presidente eleito.

O petista ainda lembrou outros grandes nomes do futebol: "Foi fazer tabelinha no céu com Coutinho, seu grande parceiro no Santos. Tem agora a companhia de tantos craques eternos: Didi, Garrincha, Nilton Santos, Sócrates, Maradona".

O ex-jogador morreu após um período de internação no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Edson Arantes do Nascimento teve complicações de um câncer no cólon e morreu em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Ele deixa seis filhos.

 

 

Além de Lula, o PT, a presidente da sigla, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), e o Instituto Lula comentaram a morte do ex-jogador.

PIORA NA CONDIÇÃO
No último boletim divulgado, em 21 de dezembro, os médicos afirmaram que o câncer de cólon havia progredido e que o rim e coração de Pelé exigiam cuidados. No boletim médico, o hospital Albert Einstein confirmou a morte às 15h27 de hoje.

O velório de Pelé acontecerá na Vila Belmiro, estádio que foi sua casa durante 18 anos. Ele será enterrado no Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, onde o Rei do futebol tinha um espaço reservado desde 2003.

Fonte: Folhapress

Tags: LulaPelé
Imprimir