Cidadeverde.com
Geral

Lula tem relação política e de amizade com o Piauí desde a década de 80; veja fotos

Imprimir

Foto: Arquivo Pessoal

No Piauí, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) obteve quase 77% do total de votos válidos nas eleições de 2022, a maior votação entre as demais unidades da federação. Além da relação política, o estado ainda cultiva uma relação de muita proximidade com a trajetória política da liderança petista, empossado neste domingo (1) para o seu terceiro mandato como presidente da República. 

Foto: Reprodução/Assaí Campelo

A primeira passagem de Lula pelo Piauí aconteceu em 1981. Na ocasião, percorreu as cidades de Teresina, Barras, Esperantina, Parnaíba, Água Branca e Pimenteiras em uma caravana organizada pela militância do PT. O fotógrafo Assaí Campelo registrou grande parte dos acontecimentos e publicou o material no  livro “Teresina, de Primeiro”.

Foto: Reprodução/Assaí Campelo

Ao Cidadeverde.com, Antônio José Medeiros relatou que as visitas de Lula ao Piauí passaram a ser constantes desde então. Em 1982, veio fortalecer as candidaturas da sigla no estado para a eleição daquele ano. Naquela oportunidade, participou de comícios e tirou fotos com os 25 candidatos petistas que disputavam o pleito. 

Nas fotografias, Lula aparece com lideranças comunitárias, trabalhadores rurais e sindicalistas que se tornaram militantes históricos do PT no Piauí. Além de Antônio José Medeiros, ex-deputado e ex-vereador de Teresina, outro rosto que aparece nas imagens é do agora deputado federal Merlong Solano.

Foto: Arquivo Pessoal

“O Lula veio muitas vezes ao Piauí, desde a época da CUT [Central Única dos Trabalhadores] e depois já como presidente do PT. O Lula tem uma relação para além da política com o Piauí, ele tem uma relação de amizade com o nosso estado e muitas pessoas do Piauí”, destaca o parlamentar piauiense.

Exemplo dessa proximidade aconteceu em 1988, quando veio ao estado fora do período eleitoral para visitar Zé Pereira, uma liderança popular de Floriano que havia sido presidente estadual da CUT e do PT que estava internado no Hospital São Marcos, em Teresina, tratando de uma leucemia. 

Foto: Arquivo Pessoal

Mesmo quando esteve no Piauí para compromissos políticos, Lula sempre tirava um tempo para confraternizar com os “companheiros” piauienses. Irmão da ex-vereadora Rosário Bezerra (PT), o cantor Assis Bezerra estava na caravana de 1982 e também manteve uma convivência muito próxima ao líder petista. 

Foto: Reprodução/Assaí Campelo

O artista, que tocava durante os eventos e emprestava a caixa de som da sua guitarra para que Lula pudesse amplificar seus discursos nos comícios realizados em praças públicas das cidades por onde a comitiva passava, teve ainda outro momento de intimidade quando Lula se hospedou em sua casa. 

“Minha irmã me apresentou ele, como o sindicalista que estava despontando e queria construir o partido. Em certo momento ele me chamou e perguntou onde tinha um boteco para tomar uma pinga. Fomos ao ‘Quinzim’, sentamos na calçada e bebemos. Ele pediu uma cachaça  e eu uma cerveja”, pontuou Assis Bezerra. 

Foto: Arquivo Pessoal

Como já mencionado, Lula nunca deixou de vir ao Piauí, nem mesmo após ser eleito presidente pela primeira vez em 2022. Após tomar posse no ano seguinte, trouxe uma comitiva de ministros para Teresina, onde visitou e ouviu reivindicações de vários moradores da Vila Irmã Dulce, bairro periférico localizado na zona Sul da capital do estado. 

Foto:Victor Soares/EBC

Ainda em 2003, Lula retornou à Teresina para o velório da deputada Francisca Trindade (PT), eleita para o cargo com a maior votação da história do Piauí e que morreu no hospital Albert Einstein, em São Paulo, após um aneurisma cerebral.

Bastante emocionado, o presidente fez questão de comparecer ao funeral de Trindade, realizado no ginásio poliesportivo Verdão, onde conversou com a mãe da parlamentar, Lídia Trindade, e com outros familiares da petista. Ele estava acompanhado do presidente nacional do PT, José Genoino, e do então ministro de Segurança Alimentar, José Graziano.

Foto: Marcello Casal Jr./ABr

O Piauí também foi um dos destinos de Lula durante suas férias em 2003. Naquele ano, o presidente escolheu o litoral piauiense para descansar. O episódio foi relembrado por Lula em 2018, quando repostou a foto tirada anos antes com a legenda: "É sempre momento de renovar as energias. Não vamos nos abater, nem desistir. #tbt das águas do Piauí".

Governador eleito em 2022, Rafael Fonteles (PT) também resgatou na campanha alguns registros de encontros que teve com Lula durante suas passagens pelo Piauí. Nas fotografias, ele aparece ainda criança e adolescente ao lado do pai, o ex-deputado Nazareno Fonteles, do senador eleito Wellington Dias e de Lula.

Wellington Dias também resgatou fotografias e postou nas redes sociais lembrando da época em que, ainda um jovem sindicalista, conheceu Lula. Com o passar dos anos, o político piauiense cultivou a amizade e confiança do presidente, que lhe escolheu como ministro do Desenvolvimento Social na sua volta ao Palácio do Planalto.

 

Breno Moreno
[email protected]

  • 17.jpg Arquivo Pessoal
  • 16.jpg Arquivo Pessoal
  • 15.jpg Arquivo Pessoal
  • 14.jpg Arquivo Pessoal
  • 13.jpg Arquivo Pessoal
  • 12.jpg Arquivo Pessoal
  • 11.jpg Arquivo Pessoal
  • 10.jpg Arquivo Pessoal
  • 03.jpg Arquivo Pessoal
Imprimir