Cidadeverde.com
Últimas

Lula assina termo de posse com caneta dada por piauiense em 1989

Imprimir

 

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de 77 anos, foi empossado presidente da República para seu terceiro mandato na tarde deste domingo, 1º de janeiro. Antes de assinar o termo de posse, ele fez questão de dizer que estava assinando com uma caneta que ganhou no Piauí, em 1989, e destacou que era uma homenagem ao povo piauiense, que deu 77% dos votos ao presidente, a maior votação entre os estados brasileiros. 

Antes de assinar o termo de posse no Congresso Nacional, o presidente lembrou que em um comício realizado no Piauí, em 1989, recebeu uma caneta, onde um apoiador disse que esperava que ele usasse ela ao assinar o termo de posse. Em 2003 e 2007 ele acabou não achando a caneta, e agora finalmente encontrou ela.

“Em 1989 eu estava fazendo comício no Piauí e a gente foi caminhar até a Igreja São Benedito, e um cidadão me deu uma caneta e disse para eu assinar na posse se ganhasse a eleição. Eu não ganhei em 89, 94, e 98. Em 2002 eu ganhei as eleições, e quando cheguei aqui eu esqueci a caneta. Em 2007 eu assinei com a caneta do Senado. Agora eu encontrei a caneta e essa aqui, Wellington [Dias], é uma homenagem ao povo do Piauí”, afirmou.

 

 

Matéria original

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva iniciou na tarde deste domingo (1º) as solenidades para a posse do seu terceiro mandato. A solenidade está sendo transmitida ao vivo nas redes sociais do petista.

A cerimônia iniciou por volta das 14h30 com desfile em carro aberto, onde Lula estava acompanhado da esposa Janja, de Geraldo Alckmin e a sua esposa Lu Alckmin. Todo o trajeto foi realizado com uma segurança reforçada.


Foto: André Ribeiro/Estadão Conteúdo

Depois Lula e Geraldo seguiram para o Congresso Nacional onde serão oficialmente empossados como presidente da República e vice-presidente.

Após essa solenidade, eles seguem para o Palácio do Planalto já como presidente e vice-presidente da República. No local, Lula vai discursar ao público e dá posse aos 37 novos ministros.


Foto: Matheus W Alves/Estadão Conteúdo


Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir