Cidadeverde.com
Cidades

Prefeito renuncia mandato no Piauí após comandar por seis anos prefeitura

Imprimir

Fotos: Reprodução/Cidadesnanet

O prefeito Edilson de Brito que renunciou o cargo 

O prefeito de Vila Nova do Piauí, Edilson Edimundo de Brito (PSD), renunciou ao cargo. O pedido foi apresentado em carta durante a 4ª Sessão Extraordinária realizada na Câmara de Vereadores do município no sábado (31).

Na carta, Edilson Brito argumentou que motivos da sua vida pessoal estavam demandando mais atenção e isso o estava impedindo de conciliar com as demandas administrativas do cargo.

Nos bastidores, o portal Cidadeverde.com apurou que o pedido de renúncia é resultado de um acordo político, já que quem assume a gestão do município é o vice-prefeito Manoel Bernardo Leal do PSD, mesmo partido do prefeito.

O pedido de renúncia foi prontamente aceito pelos vereadores que empossaram na sessão extraordinária Manoel Bernardo, mais conhecido como Belim, como atual prefeito de Vila Nova do Piauí.

Ainda na carta, Edilson Brito escreveu que espera que seu trabalho realizado durante os últimos anos tenha contribuído para melhorar a qualidade de vida da cidade.

Vice Manoel Bernardo que assume prefeitura

Já em seu primeiro discurso, o novo prefeito de Vila Nova, Manoel Bernardo, reconheceu o trabalho realizado por Edilson e destacou que como filho de Vila Nova, irá trabalhar em prol do município buscando melhorias.

Edilson Edimundo de Brito já estava no seu sexto ano como gestor da cidade. Ele foi eleito em 2016, pelo PTB, com 1.578 votos. Nas eleições de 2020, ele se candidatou à reeleição pelo partido PSD e venceu com 1.246 votos.

 

Rebeca Lima
[email protected] 

 

Imprimir