Cidadeverde.com
Vida Saudável

Rede Feminina reforça importância dos cuidados com a saúde mental no Janeiro Branco

Imprimir

 

Foto: Divulgação

 


A busca pelo bem-estar mental tem sido uma pauta recorrente na sociedade. Nesse sentido, a campanha Janeiro Branco estimula de maneira incisiva a importância dos cuidados com a mente e o combate a doenças como ansiedade e depressão. Na América Latina, por exemplo, o Brasil é o país com maior prevalência de depressão, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por isso, a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí (RFCC-PI) abraça essa iniciativa extremamente necessária para uma boa qualidade de vida, uma vez que a mente e o corpo precisam estar em sintonia.

Na sua atuação diária, a Instituição filantrópica reforça o entendimento de que o cuidado com o paciente oncológico passa, sobretudo, pelo bem-estar mental. Para além disso, Carmem Campelo, presidente da RFCC-PI, endossa que "a atenção à saúde mental é um aspecto importante para toda a sociedade. Neste mês, abraçamos a campanha com força e entusiasmo para compartilharmos informações seguras para tantas pessoas. É um compromisso do qual não abrimos mão", enfatiza.

Importante observar que a pandemia da Covid-19, ainda presente no mundo todo, agravou o quadro mental da população. É nesse cenário que a Rede Feminina reitera seu compromisso social de garantir o acesso integrado na assistência à saúde.

"Que utilizemos não apenas este mês, mas todo o ano, para avançarmos no rompimento dos estigmas sociais relacionadas à saúde mental. Precisamos agir, ouvir e garantir que as pessoas tenham oportunidades de cuidarem de si continuadamente ", finaliza.

Diariamente, a RFCC-PI defende a bandeira da vida, do cuidado e da cura. A campanha Janeiro Branco, foi criada em 2014, e materializa um dos objetivos da instituição: proporcionar saúde física aliada à mental.

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir