Cidadeverde.com
Entretenimento

Globo de Ouro retorna à TV e tenta se redimir após crise; veja indicados

Imprimir

 

O Globo de Ouro passa enfim por sua prova de fogo nesta terça-feira (10), dois anos depois de ter desmoronado sob o peso de denúncias de corrupção, falta de diversidade e clubismo que minaram a credibilidade desta que já foi uma das principais premiações de Hollywood.

Não que a integridade da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, que entrega os troféus, não tenha sido questionada no passado. Em tempos de patrulha da internet, no entanto, vem sendo mais difícil para a instituição se reerguer e os últimos meses foram de esforços bastante públicos de que mudanças estão a caminho -como a proibição de membros aceitarem presentinhos de estúdios e a admissão de votantes negros, inexistentes até então.

Será a partir das 22h do horário de Brasília, quando sua 80ª edição começa, que saberemos se a indústria está mesmo disposta a abraçar o Globo de Ouro novamente. No que depender dos preparativos para o evento, porém, tudo indica que ele será reabilitado pela nata do cinema e da televisão sem sobressaltos.

Cineastas como Quentin Tarantino, Park Chan-wook, James Cameron, Guillermo del Toro e Steven Spielberg -todos indicados, com exceção do primeiro, que apresentará uma categoria- devem dar as caras. Atores que concorrem, como Austin Butler, Ana de Armas, Jamie Lee Curtis e Michelle Williams, também estarão lá.

A confirmação de gente do alto escalão de Hollywood manda um claro sinal de que as mágoas podem já ter ficado no passado, e que a indústria está pronta para celebrar indicações e vitórias de Globos de Ouro mesmo que, na prática, o público pouco veja mudanças concretas na Associação de Imprensa Estrangeira.

Por outro lado, Tom Cruise e Brendan Fraser, rostos de dois dos principais filmes do ano passado, "Top Gun: Maverick" e "The Whale", respectivamente, não devem aparecer. O primeiro chegou a devolver os três prêmios que venceu quando o escândalo estourou, e o segundo tem um histórico conturbado com a instituição, que inclui até acusação de assédio sexual contra um de seus antigos chefões.

Também abriu caminho para redenção a decisão da emissora americana NBC de novamente transmitir a cerimônia. No ano passado, no calor da polêmica, a festa não foi exibida, mas agora retorna com promessas de pompa e nostalgia, mesmo que tenha perdido o horário mais nobre das noites de domingo, tradicionalmente reservadas a prêmios do calibre do Oscar.

É provável que a escolha por uma terça-feira seja sinal de que ainda há ressalvas no meio, de que não há disposição suficiente para confiar um horário de prestígio ao Globo. Mas também é importante lembrar que as quedas vertiginosas de audiência em todos os grandes prêmios de cultura americanos -do Oscar ao Emmy, do Grammy ao Tony- pode ter sua influência na decisão e que pode, num futuro não tão distante, mexer também com o calendário dos pares dourados.

No Brasil, numa decisão um tanto surpreendente, o TNT não vai transmitir a cerimônia, como acontece tradicionalmente com os principais eventos da temporada de prêmios hollywoodiana.Com isso, o Globo de Ouro não terá exibição oficial no Brasil -apenas o tapete vermelho, no E!, estará disponível para os espectadores daqui.

Sem dar detalhes do porquê da ausência do prêmio em sua grade, ainda mais numa pouco agitada terça-feira, o canal controlado pela gigante Warner Bros. Discovery pode também estar seguindo orientações lá de fora, numa resistência em escancarar a porta para o Globo de Ouro.

Em termos de indicados, a seleção se dividiu entre o certeiro e algumas surpresas e ausências notáveis. Elas, no entanto, não chegam a gerar suspeitas como aconteceu com "Emily em Paris" há dois anos, e orbitam o terreno de excentricidades já corriqueiras da premiação.

Para uma organização que está sob escrutínio também porque não tinha negros em seu quadro de votantes, caíram bem as lembranças a Viola Davis, Ana de Armas, Diego Calva, Angela Bassett, Dolly De Leon, Jeremy Pope e Michelle Yeoh nas categorias de atuação em cinema.
Mais uma vez, no entanto, as mulheres ficaram de fora da corrida de direção de filme, bem como filmes ventilados como queridinhos da temporada e que tratam de pautas caras a elas.

Recordista de indicações cinematográficas da festa, "Os Banshees de Inisherin" disputa em oito categorias, incluindo a de melhor filme de comédia, onde também aparecem "Babilônia", "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo", "Glass Onion: Um Mistério Knives Out" e "Triângulo da Tristeza".

Entre os dramas, tentam vencer o prêmio principal "Avatar: O Caminho da Água", "Elvis", "Os Fabelmans", "Tár" e "Top Gun: Maverick". O Brasil ficou de fora da lista estrangeira, que tem o alemão "Nada de Novo no Front", o argentino "Argentina, 1985", o belga "Close", o sul-coreano "Decisão de Partir" e o indiano "RRR: Revolta, Rebelião, Revolução".

Na ala televisiva, melhor série de comédia tem "Abbott Elementary" -campeã de indicações, com cinco-, "O Urso", "Hacks", "Only Murders in the Building" e "Wandinha". Os dramas são representados por "Better Call Saul", "The Crown", "A Casa do Dragão", "Ozark" e "Ruptura", enquanto as minisséries indicadas são "Black Bird", "Dahmer: Um Canibal Americano", "The Dropout", "The White Lotus" e "Pam & Tommy".

Também importante para validar ou mergulhar o Globo de Ouro em ainda mais polêmica, a decisão de quem ganha e quem perde desta festa será outro indicativo do futuro que a indústria reservou à premiação.

Mais importante que isso, no entanto, é saber como a Associação de Imprensa Estrangeira lidará com suas polêmicas durante o evento. Ignorá-las parece pouco razoável, mas encontrar a maneira correta de abordá-las sem dar vazão a protestos -seja na plateia física ou nas redes sociais- será uma tarefa hercúlea.

Confira a lista de indicados ao Globo de Ouro:

MELHOR FILME - DRAMA

  • Avatar: O Caminho da Água
  • Elvis
  • Os Fabelmans
  • TÁR
  • Top Gun: Maverick

MELHOR FILME - COMÉDIA/MUSICAL

  • Babilônia
  • Os Banshees de Inisherin
  • Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Glass Onion: Um Mistério Knives Out
  • Triangle Of Sadness

MELHOR ANIMAÇÃO

  • Red: Crescer é uma Fera
  • Pinóquio de Guillermo Del Toro
  • Gato de Botas 2: O Último Pedido
  • Inu-Oh
  • Marcel: The Shell With Shoes On

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

  • Nada de Novo no Front
  • Argentina, 1985
  • Close
  • Decisão de Partir
  • RRR: Revolta, Rebelião, Revolução

MELHOR DIREÇÃO

  • James Cameron, Avatar: O Caminho da Água
  • Daniel Kwan e Daniel Schienert, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Baz Luhrmann, Elvis
  • Martin McDonagh, Os Banshees de Inisherin
  • Steven Spielberg, Os Fabelmans

MELHOR ATRIZ - DRAMA

  • Cate Blanchett, TÁR
  • Olivia Colman, Império da Luz
  • Viola Davis, A Mulher Rei
  • Ana de Armas, Blonde
  • Michelle Williams, Os Fabelmans

MELHOR ATOR - DRAMA

  • Austin Butler, Elvis
  • Brendan Fraser, The Whale
  • Hugh Jackman, The Son
  • Bill Nighy, Living
  • Jeremy Pope, The Inspection

MELHOR ATRIZ - COMÉDIA/MUSICAL

  • Lesley Manville, Srta. Harris Vai a Paris
  • Margot Robbie, Babilônia
  • Anya Taylor-Joy, O Menu
  • Emma Thompson, Boa Sorte Leo Grande
  • Michelle Yeoh, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

MELHOR ATOR - COMÉDIA/MUSICAL

  • Diego Calva, Babilônia
  • Daniel Craig, Glass Onion: Um Mistério Knives Out
  • Adam Driver, Ruído Branco
  • Colin Farrell, Os Banshees de Inisherin
  • Ralph Fiennes, O Menu

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Angela Bassett, Pantera Negra: Wakanda Para Sempre
  • Kerry Condon, Os Banshees de Inisherin
  • Jamie Lee Curtis, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Dolly de Leon, Triangle Of Sadness
  • Carey Mulligan, Ela Disse

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • Brendan Gleeson, Os Banshees de Inisherin
  • Barry Keoghan, Os Banshees de Inisherin
  • Brad Pitt, Babilônia
  • Ke Huy Quan, Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo
  • Eddie Redmayne, O Enfermeiro da Noite

MELHOR TRILHA SONORA

  • Alexandre Desplat, Pinóquio de Guillermo del Toro
  • Hildur Guðnadóttir, Women Talking
  • Justin Hurwitz, Babilônia
  • John Williams, Os Fabelmans
  • Carter Burwell, Os Banshees de Inisherin

MELHOR MÚSICA ORIGINAL

  • "Carolina" - O Lugar Onde Tudo Termina
  • "Ciao Papa" - Pinocchio por Guillermo del Toro
  • "Hold My Hand" - Top Gun: Maverick
  • "Lift Me Up" - Pantera Negra: Wakanda Para Sempre
  • "Naatu Naatu" - RRR: Revolta, Rebelião, Revolução

MELHOR ROTEIRO

  • Todd Field, Tár
  • Tony Kushner & Steven Spielberg, Os Fabelmans
  • Daniel Kwan, Daniel Scheinert, Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo
  • Martin McDonagh, Os Banshees de Inisherin
  • Sarah Polley, Women Talking

 

SÉRIES

MELHOR SÉRIE - DRAMA

  • Better Call Saul
  • The Crown
  • A Casa do Dragão
  • Ozark
  • Ruptura

MELHOR ATRIZ - DRAMA

  • Emma D'Arcy, A Casa do Dragão
  • Laura Linney, Ozark
  • Imelda Staunton, The Crown
  • Hillary Swank, Alaska Daily
  • Zendaya, Euphoria

MELHOR ATOR - DRAMA

  • Jeff Bridgers, The Old Man
  • Kevin Costner, Yellowston
  • Diego Luna, Andor
  • Bob Odenkirk, Better Call Saul
  • Adam Scott, Ruptura

MELHOR SÉRIE - COMÉDIA/MUSICAL

  • Abbott Elementary
  • O Urso
  • Hacks
  • Only Murders in the Building
  • Wandinha

MELHOR ATRIZ - COMÉDIA/MUSICAL

  • Quinta Brunson, Abbott Elementary
  • Kaley Cuoco, The Flight Attendant
  • Selena Gomez, Only Murders in the Building
  • Jenna Ortega, Wandinha
  • Jean Smart, Hacks

MELHOR ATOR - COMÉDIA/MUSICAL

  • Donald Glover, Atlanta
  • Bill Hader, Barry
  • Steve Martin, Only Murders in the Building
  • Martin Short, Only Murders in the Building
  • Jeremy Allen White, O Urso

MELHOR MINISSÉRIE, ANTOLOGIA OU TELEFILME

  • Black Bird
  • Dahmer: Um Canibal Americano
  • The Dropout
  • The White Lotus
  • Pam & Tommy

MELHOR ATRIZ - MINISSÉRIE, ANTOLOGIA OU TELEFILME

  • Jessica Chastain, George and Tammy
  • Julia Garner, Inventando Anna
  • Lily James, Pam & Tommy
  • Julia Roberts, Gaslit
  • Amanda Seyfried, The Dropout

MELHOR ATOR - MINISSÉRIE, ANTOLOGIA OU TELEFILME

  • Taron Egerton, Black Bird
  • Colin Firth, The Staircase
  • Andrew Garfield, Em Nome do Céu
  • Evan Peters, Dahmer
  • Sebastian Stan, Pam & Tommy

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Elizabeth Debicki, The Crown
  • Hannah Einbinder, Hacks
  • Julia Garner, Ozark
  • Janelle James, Abbott Elementary
  • Sheryl Lee Ralph, Abbott Elementary

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • John Lithgow, The Old Man
  • Jonathan Pryce, The Crown
  • John Turturro, Ruptura
  • Tyler James Williams, Abbott Elementary
  • Henry Winkler, Barry

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE - MINISSÉRIE, ANTOLOGIA OU TELEFILME

  • Jennifer Coolidge, The White Lotus
  • Claire Danes, Fleishman Is in Trouble
  • Daisy Edgar-Jones, Em Nome do Céu
  • Niecy Nash-Betts, Dahmer
  • Aubrey Plaza, The White Lotus

MELHOR ATOR COADJUVANTE - MINISSÉRIE, ANTOLOGIA OU TELEFILME

  • F. Murray Abraham, The White Lotus
  • Domhnall Gleeson, The Patient
  • Paul Walter Hauser, Black Bird
  • Richard Jenkins, Dahmer
  • Seth Rogen, Pam & Tommy

 

Fonte: Folhapress/Leonardo Sanchez

Imprimir