Cidadeverde.com
Geral

“Fizeram um estudo antes”, diz representante de clube sobre roubo de avião monomotor

Imprimir

Foto: Arquivo Pessoal

Os representantes do Clube do Ultraleve do Piauí acreditam que o bando que roubou um avião monomotor no local na madrugada deste sábado (14) já conhecia as dependências do aeródromo, que fica na estrada da Cacimba Velha, zona Leste de Teresina. 

De acordo com o assessor jurídico do clube, Renê Portela, a suspeita é que os criminosos já tinham como alvo a aeronave modelo Cessna 206, avaliada em R$ 2 milhões, que pertente ao médico Jacinto Lay.

Ainda segundo o representante do aeródromo, a quadrilha também levou os equipamentos onde ficam registradas as imagens das câmeras de segurança.  

“É bem monitorado, mas eles levaram tudo. Já tinham conhecimento de onde estavam os aparelhos das câmeras e levaram.Não temos imagens. Acreditamos que eles frequentavam antes. A gente acredita que eles fizeram um estudo antes de realizar o roubo”, disse Renê Portela. 

A suspeita é que o bando, composto por aproximadamente seis homens fortemente armados,  tenha pulado o muro para conseguir ter acesso ao clube. Após entrarem, os criminosos renderam o caseiro e o obrigaram a informar onde estava a aeronave. “O tempo todo estavam com arma na cabeça dele”, relatou o assessor jurídico. 

Os criminosos também teriam retirado o chip do aparelho celular utilizado pelo caseiro, que ficou incomunicável após o roubo.

Os representantes do Clube do Ultraleve procuram a polícia para registrar boletim de ocorrência. Uma lista com as pessoas que frequentaram o local nos últimos meses também foi repassada para as autoridades. 

Foto: Deborah Radassi/TV Cidade Verde

PF e Greco investigam 

As investigações do roubo da aeronave vão ficar sob responsabilidade da Polícia Federal e do Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), da Polícia Civil. Equipes das duas forças de segurança estivaram no Clube do Ultraleve na manhã deste sábado para coletar informações e iniciar os procedimentos investigatórios. 

O secretário de Segurança, Chico Lucas, informou ao Cidadeverde.com que também está acompanhando o caso pessoalmente. 

A Secretaria de Segurança também se manifestou sobre o roubo através de nota: 

A Secretaria de Segurança do Piauí, através da Superintendência de Operações Integradas, informa que o Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO) em parceria com a Polícia Federal e Polícia Militar,  iniciaram as investigações sobre o roubo de avião monomotor,  modelo Cessna 206, na manhã deste sábado (14), no Clube do Ultraleve do Piauí, na zona Leste de Teresina. Até o momento a polícia realiza os primeiros levantamentos e ainda não possui informações mais detalhadas sobre o crime.

Foto: Arquivo Pessoal

O caso 

Bandidos armados invadiram o Clube do Ultraleve do Piauí, na zona Leste de Teresina, e roubaram um avião monomotor, modelo Cesna 206, avaliado em R$ 2 milhões. A ação criminosa aconteceu madrugada deste sábado (14). 

A aeronave,de prefixo PT DQF, tem capacidade para seis ocupantes, e pertence ao médico Jacinto Lay.

 

 

Natanael Souza e Deborah Radassi (TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir