Cidadeverde.com
Últimas

Cratera se forma em rua e ameaça condomínios na zona Leste de Teresina

Imprimir
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_24_09.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_23_19.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_23_19_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_23_18_(2).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_23_18_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_23_11.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com

Uma cratera que se formou na rua Jornalista Alberoni Filho, no bairro Santa Isabel, zona Leste de Teresina, tem ameaçado dois condomínios que ficam nas proximidades. O buraco, que está aberto há cerca de duas semanas, tem aproximadamente 3 metros de profundidade e tomou quase toda a rua, colocando em risco os muros dos imóveis. 

A cratera se abriu após uma galeria romper devido ao grande fluxo de águas pluviais, por conta das fortes chuvas que caem em Teresina desde o final de dezembro.

Segundo apurou o Cidadeverde.com, o buraco iniciou com 30 centímetros e no dia 3 de janeiro, após uma forte chuva, as manilhas da galeria romperam e a cratera se abriu. Um carro chegou a cair no buraco na ocasião. 

Uma falta de entendimento entre a construtora responsável pelo condomínio e a SAAD Leste (Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas) impede a realização das obras que devem solucionar a problemática. 

De um lado, os representantes de um dos condomínios dizem que a responsabilidade de solucionar a situação é da Prefeitura. Do outro, a Saad Leste alega que a construção pode ter sido feita pela construtora e posteriormente doada à Prefeitura. 

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

"Não cabe apontar culpado"

Segundo a síndica do condomínio Cajuína, Letícia Sousa, a parte que cabia à construtora responsável já foi feita e agora cabe à Prefeitura de Teresina reparar os danos que ainda faltam para fechar a cratera. 

“Os engenheiros da construtora fizeram uma contenção no muro, a colocação da tampa e de canos, enquanto a Prefeitura não vinha para fazer o serviço por conta das chuvas. Nossa assessoria já passou o 'OK' para a Saad que a parte dela foi feita”, ressaltou a síndica Letícia Sousa. 

Os representantes do condomínio alegam que a Prefeitura recentemente fez o calçamento e asfaltou a rua onde está a cratera. Segundo a síndica informou ao Cidadeverde.com, isso teria sido feito sem uma drenagem necessária, já que próximo tem uma lagoa e a queda de água é muito forte em períodos chuvosos.

“Mas agora não cabe a nós apontar quem é o culpado de verdade. Precisamos resolver isso”, completou a síndica.  

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

O que diz a Saad Leste 

Já o gerente de Obras da SAAD Leste, engenheiro Paulo Nunes, conversou com o Cidadeverde.com e afirmou que a a pasta já foi notificada da situação da cratera e que está trabalhando para solucionar a problemática. 

No entanto, segundo o gerente, a SAAD Leste está chamando os responsáveis pelo condomínio para conversar a fim de entender de quem é responsabilidade pelo conserto da rua. 

Segundo estudo preliminar da SAAD, o condomínio teria colocado esgoto para cair na galeria que serveria apenas para o escoamento de águas pluviais. E isso teria sobrecarregado a galeria. 

“Até sexta, se eles não vierem à SAAD, vamos resolver a situação. Se for comprovado que não era nossa responsabilidade, vamos acionar a PGM para que a Prefeitura seja ressarcida. O superintendente já deu o aval para as obras e temos recursos para isso”, acrescentou Paulo Nunes. 

 

Nataniel Lima 
[email protected]

Imprimir