Cidadeverde.com
Últimas

Polícia investiga se seis corpos achados carbonizados são de família desaparecida do DF

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

As polícias civis de Goiás e do Distrito Federal investigam o desaparecimento de oito pessoas de uma mesma família, incluindo três crianças.

O sumiço foi comunicado às autoridades na quinta (12) e na sexta (13), período em que também foram encontrados em rodovias de Goiás dois carros carbonizados com seis corpos dentro.

À frente das investigações, o delegado Cássius Zamó, que atua no município de Cristalina (GO), disse que aguarda o resultado de laudos periciais para confirmar a identidade dos mortos.

Parentes das pessoas desaparecidas estiveram no Instituto de Medicina Legal e foi coletado material para a realização de exames de DNA, necessários para a identificação dos corpos uma vez que o reconhecimento pelas impressões digitais não foi possível.

Sem detalhar linhas de investigação, Zamó afirmou que são "fortes" os indícios de que as mortes estejam relacionadas ao sumiço dos oito familiares que moram no DF. Até a conclusão deste texto não havia informação sobre presos.

Na sexta (13), os policiais localizaram um Renault Clio carbonizado em uma rodovia na região de Cristalina, a 20 quilômetros da divisa do estado com o Distrito Federal.

No carro foram encontrados os corpos de uma mulher e de três crianças.

No dia seguinte, a polícia foi acionada novamente para averiguar um segundo carro carbonizado, desta vez deixado às margens de uma estrada próxima a Unaí (MG), cidade que também faz parte do entorno do DF. Dois corpos de adultos estavam dentro de um Fiat Siena.

O delegado afirmou que as características dos carros carbonizados, incluindo as placas, batem com as dos carros vinculados a duas das oito pessoas desaparecidas.

Um deles pertenceria à cabeleireira Elizamar Silva, de 39 anos. Ela e três filhos -dois de 6 anos e um de 7 anos- estão sumidos desde a noite da quinta (12), segundo o delegado civil.

A empresária é moradora de Santa Maria (DF) e dona de um salão de beleza próximo ao centro de Brasília. Os quatro foram vistos pela última vez ao sair da casa dos avós paternos das crianças.

Na sexta (13), integrantes da mesma família registraram um novo boletim de ocorrência, desta vez para comunicar à polícia o desaparecimento do pai das três crianças, dos avós paternos e de uma tia. O segundo carro carbonizado pertenceria ao avô, segundo a polícia.

 

Fonte: Folhapress/Marcelo Rocha

 

Imprimir