Cidadeverde.com
Últimas

Piauiense, joia do Sport, brilha na Copinha e faz homenagem ao Pai: “Queria que estivesse vivo”

Imprimir

Fotos: Igor Cysneiros/ Sportrecife

Gean Carlos

O Piauí não tem mais clubes o representando na Copa São Paulo, mas ainda tem atleta piauiense na competição. Ontem (16) a equipe do Sport (PE) conseguiu avançar até as quartas de final do torneio de base graças ao gol marcado pelo piauiense Gean Carlos, de 19 anos, que defende as cores do time pernambucano e eliminou o Cruzeiro (2x1). O atleta dono de uma bela história de superação defendeu as cores do River em 2020 e se emocionou após a partida ao oferecer o gol para o seu pai, que faleceu a exatos oito meses. 

“A caminhada até o Sport (PE) foi muito difícil para mim, pois foi no mês que perdi meu pai. Eu precisava me apresentar dia 20 e meu pai faleceu no dia 15. Pouco tempo para tentar me recuperar da dor. Fiquei sem chão, mas não baixei a cabeça. Eu sempre irei homenagear ele por tudo que ele fez por mim, queria que ele estivesse vivo agora para acompanhar de perto, mas Deus quis assim e espero que ele esteja muito orgulhoso de mim e poder fazer ainda muitos gols para ele”, narrou Gean Carlos, atacante do Sport-PE. 

O pai dos irmãos piauienses Isaac e Gean Rodrigues Lima faleceu no ano de 2022 após não resistir a um câncer. O baque foi muito grande para os dois que já eram vistos como joias em seus respectivos clubes – Fluminense e Sport. 

Foto: Fluminense EC

Isaac comemorando gol pelo Flu-RJ

Além de Gean, o irmão Isaac, de 18 anos, também saiu do Piauí para alçar voos maiores. Os irmãos chegaram ao Galo Carijó em 2019, após Isaac e Gean Carlos chamaram atenção quando jogavam futsal pela escolinha do Celtic. Com a camisa do River foram campeões Piauiense sub-15 e sub-17 e disputaram a Copa São Paulo Futebol Júnior de 2020, ano em que o River conseguiu avanço de fase, na época o primeiro da história do estado do Piauí. 

“Quando ele (Gean) se destacou conseguimos emprestar para o Fluminense do Rio e coincidentemente o irmão chegou lá depois. Se tudo der certo e esse dinheiro entrar o River poderá pagar dividas e ainda sobra, dá para se estruturar por completo. Temos essa perspectiva aqui no River”, afirmou Danilo Felix, coordenador das categorias de base do River-PI, na época.

Fotos: Igor Cysneiros/ Sportrecife

Os dois se destacaram e foram para o Fluminense (RJ). Isaac, 18 anos, ficou por lá e nesta terça-feira (17) o atleta pode fazer sua estreia no elenco profissional, pois está entre os relacionados do Fluminense para a partida contra o Nova Iguaçu valida pela 2ª rodada do Campeonato Carioca. Já Gean teve um caminho diferente, ficou no time das Laranjeiras nas temporadas 2020 e 2021 e ano passado chegou ao Sport. 

“Eu estou muito feliz pelo que estou vivendo, meu melhor momento e espero conseguir dar muitas alegrias ao torcedor do Sport e sobre o meu irmão eu estou muito feliz por ele e ele sabe disso, pois ele tem um futuro brilhante pela frente e eu sempre vou estar na torcida. Nossa minha está muito feliz por nos dois”, pontuou Gean Carlos. 

Os dois atletas estão brilhando a atraindo máxima atenção em seus clubes e em caso de negociações maiores, inclusive para fora do país, o time piauiense do River Atlético Clube (RAC) irá receber uma boa cifra em cofres por ser o clube formador. E na liberação de ambos os atletas houve um acordo para receber percentual. 

 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir