Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo sofre contra o Madureira e fica no empate sem gols em Carioca

Imprimir

O Flamengo entrou em campo na noite desta quarta-feira, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, mostrou um futebol de pouca inspiração e não saiu de um empate sem gols com o Madureira, em jogo da segunda rodada do Campeonato Carioca. 

Foto - Marcelo Cortes / CRF

Apesar do empate, o time comandado por Vítor Pereira lidera o estadual, com sete pontos, mas tem um jogo a mais que os adversários pois jogou com antecedência a quinta rodada em razão dos compromissos que terá nas próximas semanas.

Após confrontos com Nova Iguaçu e Bangu pelo Carioca, os flamenguistas decidem a Supercopa do Brasil contra o Palmeiras, no próximo dia 28. A partir de 7 de fevereiro, começa a disputar o Mundial de Clubes. 

Com as decisões importantes pela frente, o resultado desta quarta gerou certa preocupação nos torcedores, que tiveram momentos de mais irritação ao longo do duelo.

O início do jogo teve um atraso de 15 minutos, pois alguns dos remédios disponíveis na ambulância do Estádio Kleber Andrade estavam vencidos.

Após a Avisa apontar o problema, o árbitro Grazianni Maciel Rocha teve de esperar a chegada de uma outra ambulância com remédio dentro da validade para autorizar o começo da partida.

Quando a bola rolou, o Flamengo assumiu o protagonismo rapidamente e movimentou o meio de campo com qualidade na troca de passes, sem dar chances para eventuais respostas do Madureira Apesar disso, não teve um volume tão grande de oportunidades criadas. 

A melhor finalização flamenguista foi uma bola cabeceada por Léo Pereira que não parou na rede graças a uma grande defesa do goleiro Dida.

A equipe de Vítor Pereira não mostrou evolução no segundo tempo. Everton Ribeiro entrou no lugar de Matheus logo na volta do intervalo, mas a substituição não rendeu o efeito esperado. 

A próxima substituição foi a saída de Varela, que já não vinha bem no primeiro tempo e continuou cometendo erros na etapa final. Ao sair de campo para a entrada de Matheuzinho, o uruguaio foi vaiado pelos torcedores flamenguistas.

O Flamengo teve muita dificuldade para criar jogadas e demorou para voltar a levar perigo ao gol do Madureira. Depois de um longo período sem maiores emoções, Gabigol desperdiçou uma chance perto dos 30 minutos após passe de Everton Cebolinha, outro que entrou no decorrer da partida. 

Nenhuma das substituições provocou mudanças drásticas na partida, que terminou sem ninguém balançar a rede.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir