Cidadeverde.com
Entretenimento

Belo vive policial em série 20 anos após sua prisão

Imprimir

Vitor Eduardo / AgNews

O cantor Belo, 48, está em um novo ciclo de sua vida. Com mais de três décadas de carreira musical, agora, o pagodeiro encara um novo desafio e se prepara para estrear como ator.

O artista dará vida a um policial na série "Veronika" (Globoplay) que começará a ser gravada em fevereiro. Em entrevista para Patrícia Kogut, do O Globo, Belo celebrou a oportunidade e também o fato de "reencontrar" com a polícia em uma situação bem diferente de 20 anos atrás, quando foi preso por tráfico de drogas.

- Em junho 2002, Belo foi condenado por associação ao tráfico de drogas;
- Ele ficou cinco dias foragido, se apresentou a polícia e teve a prisão decretada;
- O cantor ficou 37 dias preso na carceragem da Delegacia de Divisão Antisequestro, no Leblon, zona sul do Rio, onde dividiu uma cela com sete detentos, até conseguir habeas corpus para responder em liberdade no dia 12 de julho;
- Ele deixou a carceragem, mais magro, com os cabelos pretos, acompanhando de Viviane Araújo, sua noiva na época;
- Em dezembro de 2002, o cantor foi condenado a seis anos de prisão, mas recorreu em liberdade ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) pedindo um novo julgamento;
- Na manhã do dia 5 de novembro de 2004, Belo foi preso em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. Ele estava escondido em um quarto com paredes falsas após ter sido condenado a oito anos de prisão pelos crimes de tráfico e associação;

- Belo começou a cumprir pena no presídio Ary Franco, foi transferido para o presídio Evaristo de Moraes e depois voltou para o Ary Franco, após agentes encontrarem celulares e um videogame na cela que o cantor dividia com outros quatro presos;
- Em março de 2006, ele passou para o regime semiaberto, mas foi proibido de realizar shows fora do município do Rio de Janeiro;
- Em julho de 2008, ele conseguiu liberdade condicional;
- Em março de 2010, a juíza Roberta Barrouin Carvalho de Souza, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, concedeu liberdade total ao cantor.

"Eu estou em êxtase com essa novidade. Me sinto como na primeira vez que entrei num estúdio para gravar uma música. É tudo novo e desafiador. A primeira batalha tem sido conseguir acordar cedo para fazer a preparação intensa. Eu sou uma pessoa noturna, por conta do meu trabalho na música. A manhã sempre foi o meu momento de dormir. Agora, estou tendo que acordar às 6h30, para às 7h já estar na atividade", iniciou ele.

Vitor Eduardo / AgNews

O músico vem tendo aulas de interpretação com a preparadora de elenco Isadora Ferrite e faz laboratório com policiais. Nos últimos dias, Belo esteve na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio, para acompanhar a rotina dos profissionais.

"Tem mexido comigo, mas de um jeito bom. Volto a me reencontrar com a polícia, mas agora como um grande artista. Há 20 e poucos anos, eu tive aqueles problemas, mas reconstruí a minha vida e dei a volta por cima. O contato com os policiais tem sido incrível. Por ser um artista popular, muitos têm uma filha, uma esposa ou uma mãe que são minhas fãs. Aí pedem para tirar fotos, me abraçam. Só essa experiência, mesmo que eu não fosse gravar série alguma, já teria valido a pena", afirmou.

Belo ainda adiantou como será a personalidade de seu personagem:

"Além de ser o meu primeiro trabalho como ator, é um personagem de um universo totalmente diferente do meu. Seria muito mais fácil interpretar um cara romântico, como eu sou no dia a dia. Mas me identifico com ele em alguns pontos. Sou um cara que saiu da periferia e tive que ser safo para chegar onde eu cheguei".

O artista também está cuidando de seu preparo físico. Além de jogar futebol e tênis, ele começou a fazer treinamentos aeróbicos duas vezes ao dia:

"Quero perder pelo menos seis quilos até o início das gravações. Estou malhando que nem um louco", contou.

A família de Belo também está animada com o novo trabalho. Além da esposa, Gracyanne Barbosa, ele mora com a mãe, a sogra, duas filhas e uma neta.

"Lá em casa estão todos animados. Quando contei que iria fazer essa preparação para a série, a Gracyanne falou: 'Agora vai ter que fechar a boca' (risos). Ela me dá muito apoio em tudo e também tem feito trabalhos como atriz. Recentemente, filmou o longa 'Tô de graça'. Eu acompanhei tudo dos bastidores", disse.

E os projetos não param por aí. Belo lançará ainda este ano um CD e um DVD. Por conta da rotina profissional, ele e Gracyanne acabaram adiando os planos de ter um filho. A ideia do casal era ter um herdeiro neste ano.

"As coisas estão acontecendo para a gente, então o filho vai ficar para quando Deus quiser. Enquanto isso, a gente vem treinando todos os dias", finalizou.

Fonte: Folhapress

Imprimir