Cidadeverde.com
Entretenimento

Claudia Raia é criticada após autorização para captar R$ 5 milhões com Rouanet

Imprimir

Foto: Eduardo Martins / AgNews

Claudia Raia, 56, foi criticada nas redes sociais após o Ministério da Cultura autorizar a captação de R$ 5 milhões por meio da Lei Rouanet -Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O projeto, segundo informações disponibilizadas no Diário Oficial da União, tem por objetivo a pesquisa, a montagem e a manutenção de dois espetáculos produzidos e encenados pela artista.

Como contrapartida, a atriz apresentou a proposta de uma "atividade formativa de 40 horas sobre prática das artes cênicas e o mercado profissional para atores".

Após a divulgação das informações, no entanto, Claudia passou a receber críticas por meio das redes sociais. O nome da famosa, inclusive, chegou a ficar entre os mais comentados no Twitter.

"Lei Rouanet é para ajudar atores em início de carreira, não quem está com a vida pronta", disse uma das críticas ao projeto. "Por isso tanto ódio por Jair Bolsonaro. Nunca ele liberaria um absurdo desse para vocês", escreveu uma apoiadora do ex-presidente.

Procurada pela reportagem, a assessoria de Claudia Raia não retornou o contato até o momento. Se o fizer, o texto será atualizado.

A LEI ROUANET

Criada em 1991, no governo Fernando Collor, a Lei Rouanet concede incentivos fiscais a pessoas físicas e empresas privadas patrocinadoras de produtos ou serviços na área da cultura.

A aprovação no Ministério da Cultura, no entanto, não garante a captação nem a execução do projeto, que fica a cargo dos proponentes. A captação é feita por renúncia fiscal. As empresas escolhem os projetos em que querem investir, não o governo.

 

Fonte: Folhapress 

Imprimir