Cidadeverde.com
Últimas

Governo quer unificar sites de órgãos e implantar app para serviços on-line

Imprimir

O Governo do Piauí quer unificar os sites dos órgãos estaduais e implantar um aplicativo para que o cidadão tenha acesso aos serviços públicos on-line. O diretor da Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI), Ellen Gera, explica que essa é a proposta do Governo Digital que faz o uso da tecnologia para dar celeridade e reduz também o uso de papel, iniciativa já anunciada no Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI).

"Atualmenteo, o modelo padrão é cada secretaria ter seu  portal com o cidadão. A meta é que se tenha um portal único, o pigov, o Governo Digital, onde através de um único portal, um único aplicativo, o cidadão tenha acesso a tudo o que precisa na interação com o serviço público", explica Gera. 

Ele destaca que a ideia é dar mais celeridade a tramitação de processos juntos aos órgãos públicos e evita que o cidadão tenha que ir pessoalmente resolver a demanda. 

"Hoje o mais comum é o cidadão procurar o serviço público de forma presencial, sempre levando a pasta com documentos, tudo em papel, precisa dar entrada no protocolo, entra na secretaria, o servidor trabalha e depois dá a resposta pro cidadão. Muitas vezes esse processo fica indo de um lado pro outro e o cidadão acaba esperando aquela devolutiva do estado. A ideia é qe o próprio cidadão possa gerenciar seu processo, ele mesmo de forma eletrônica por meio de um aplicativo ou site, ele possa entrar no Governo, acessar o que procura e o Governo responda por meio de computação, por meio de aplicativo", explica o diretor da ATI que reforça que o Detran é um dos órgãos do estado que serão tratados como prioritários na implantação da tecnologia. 

Ellen Gera disse ainda que vai encaminhar para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) um projeto de lei que transforma a ATI, atualmente uma autarquia, em uma empresa de tecnologia da informação. 

"Precisamos ter agilidade. Hoje, uma estatal, uma empresa pública, terá muito mais velocidade para que a gente atinja esse Governo Digital", justifica o diretor.


Graciane Araújo
[email protected]

Imprimir