Cidadeverde.com
Últimas

Gkay publica textão após sumiço de um mês das redes

Imprimir

Foto: Leo Franco / AgNews

 

A humorista e infuenciadora Gkay, nome artístico de Gessica Kayane, voltou às redes sociais após período de reclusão de quase um mês -com textão sobre o que espera para o ano novo. Kayane se isolou após ser alvo de piadas do comediante Fábio Porchat.

Em seu post no Instagram, a influencer escreveu que tirou esse sumiço para refletir e, dessa maneira, "dar um start nesse novo ano". Gkay afirma também que tem, como foco, viver "uma mudança emocional e comportamental".

"Durante este período de reclusão, onde um turbilhão de situações e emoções permearam minha vida, a tristeza foi um dos sentimentos que mais me trouxeram reflexão e eu usei de todo esse momento para refletir sobre tudo e dar um start nesse novo ano, onde meu foco é de fato viver uma mudança emocional e comportamental", afirmou a humorista.

Afirmando que esta foi uma "grande virada" em sua vida, Gkay também escreveu que sente que esse período turbulento, ou, nas suas palavras, "uma tempestade dolorosa", foi necessária e que tudo deu certo.

No final do ano passado, o comediante Fábio Porchat, em discurso no prêmio Melhores do Ano, fez uma piada com Gkay, afirmando que Jô Soares teria preferido "nos deixar" a entrevistar a influenciadora - fazendo referência à entrevista desajeitada que Kayane teve no programa de Tatá Werneck.

Em resposta, a influenciadora afirmou que "não sei o que fiz pras pessoas me odiarem tanto" e que a piada estragou o seu natal. Na mesma época, Gkay passou mal e foi levada ao hospital às pressas -momento que muitos correlacionaram ao que estava acontecendo.

Porchat, por sua vez, não pediu desculpas pela piada, dizendo que "quando a gente está em evidência, a gente brinca, sacaneia com os outros e eu estava te sacaneando".

"Não tem nada de agressivo, não tem nada, absolutamente nada. O que tem é o acúmulo de um monte de coisas e ninguém sabia que a Gkay estava neste poço para explodir", disse Porchat em vídeo falando da polêmica.

 

 

 

Fonte: Folhapress

Imprimir