Cidadeverde.com

Por falta de quórum, vereadores não votam empréstimo de R$ 200 milhões

Imprimir

Foto: Paula Sampaio/Cidadeverde.com 

Por falta de quórum, a Câmara Municipal de Teresina deixou de votar a alteração que permitirá à Prefeitura de Teresina firmar um empréstimo de R$ 200 milhões com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Parte dos parlamentares ausentou-se e a outra parte da base deixou o Plenário no meio da sessão

A sessão começou com 22 parlamentares no painel, porém, ao final, só estavam no Plenário, os membros da oposição Aluísio Sampaio (Progressistas), Edson Melo (PSDB) e Paulo Lopes (PSDB), além de Joaquim Caldas (MDB), Evandro Hidd (PDT), Fernanda Gomes (Solidariedade), Elzuila Calisto (PT), Graça Amorim (Progressistas), José Lira (Republicanos), Dudu Borges (PT) e o presidente da Câmara, Enzo Samuel (PDT), que decretou o fim da sessão.

O quórum somou apenas dez parlamentares. Para que os projetos da pauta do dia sejam votados, há a necessidade de 15 dos 29 vereadores de Teresina.

O líder do prefeito, vereador Antônio José Lira (Republicanos), disse que recebeu a movimentação com surpresa. Segundo ele, até o horário do café da manhã, estava tudo acordado para que a matéria fosse votada.

“Realmente, eu estranhei, estava tudo programado, tudo entendido, eu acho que quem perde é a cidade de Teresina. O Banco Francês já esteve aqui esperando concretizar a assinatura e estou muito preocupado também com relação as 414 casas populares para a zona Norte, mais uma semana se passa”, destacou.

O projeto que estava parado nas comissões, teve a primeira votação na semana passada, após ser colocado em pauta, pelo presidente da Câmara Enzo Samuel (PDT), que colocou a matéria em regime de urgência simples. Porém, parte dos parlamentares da Casa está descontente com a reforma administrativa que está sendo gestada pelo Palácio da Cidade.

“Os vereadores não querem essa reforma, estão descontentes, pois acordos não forma cumpridos”, destacou fonte parlamentar em reserva. 

Procurado pelo portal Cidadeverde.com, Enzo Samuel, disse que a sessão aconteceu em rito normal: “Não existe qualquer tipo de recado, tivemos pessoas inscritas no pequeno e no grande expediente, tivemos debate e alguns vereadores tiveram que se ausentar para cumprir compromissos da Prefeitura de Teresina”, argumentou. 

O presidente da Câmara também relembrou que os parlamentares da CCJ que avaliam os projetos de empréstimo ainda aguardam informações sobre as propostas para continuar a tramitação. 

“Estamos pedindo informações sobre onde está sendo investido, impacto financeiro, os outros projetos estão sendo aprovados normalmente. Teresina tem quase R$ 1 bilhão para investir é muito recurso, dá para fazer muita obra, é só se organizar que dá cerro”, destacou. 

Na sessão de amanhã, está prevista a apresentação de mais projetos do Palácio da Cidade, como o Novo Refis.

Foto: Paula Sampaio/Cidadeverde.com

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais