Cidadeverde.com
Política

Salário do mordomo de Roseana é pago pelo Senado, diz jornal

Imprimir

O mordomo da casa da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB-AP), ex-senadora, é pago pelo Senado, informa reportagem publicada no jornal "O Estado de S.Paulo".

Amaury de Jesus Machado, 51, o "Secreta", é funcionário do Senado, mas dá expediente na casa de Rosenana no Lago Sul de Brasília desde 2003.
 
José Cruz/ABr

Espécie de faz-tudo da filha do presidente do Senado, o mordomo ganha algo como R$ 12 mil por mês. Nos últimos dez dias, esteve ao lado de Roseana em São Paulo.

O blog do Josias informa que o empresário maranhense Mauro Fecury, suplente de Roseana e velho amigo de Sarney, manteve "Secreta", o pseudoassessor, em seu gabinete.

A primogênita de Sarney deixou o Senado em abril. Renunciou para assumir o governo do Maranhão, que ganhou no tapetão do TSE.

Embora devinculada do Senado, Roseana continuou servindo-se dos bons préstimos do mordomo “Secreta”. Ouvida, a governadora maranhense declarou: "Ele é meu afilhado. Fui eu que o trouxe do Maranhão...". “...Ele vai à casa quando preciso, uma duas ou três vezes por semana. É motorista noturno e é do Senado. E lá até ganha bem".

O mordomo de Roseana tem um longo histórico de serviços prestados aos Sarney. Ganhou emprego no Senado nos anos 90.

Antes, trabalhou no Palácio da Alavorada, durante o mandarinato de Sarney. Foi requisitado para o gabinete de Roseana em 2003, quando ela virou senadora.

Sarney faz um enorme esforço para domar a crise. A cada nova revelação, porém, vai ganhando a aparência de um jóquei cego montando a mula-sem-cabeça.

No Senado dos dias que correm, o velho e doce hábito do empresguismo desfaz o monge.
 
 
Fonte: Folha

 

Tags:
Imprimir