Cidadeverde.com
Cidades

Vídeo: acompanhantes do HUT denunciam que pacientes sofrem com calor e água quente

Imprimir

Fotos: Renato Andrade / Cidadeverde.com

Por Adriana Magalhães

Enfermarias com aparelhos de ar-condicionado que não funcionam, bebedouros que não gelam a água, banheiros entupidos e falta de insumos são algumas das reclamações dos acompanhantes de pacientes no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ao Cidadeverde.com, que estão tendo que comprar ventiladores e água gelada do lado de fora do hospital para amenizar o sofrimento dos doentes.

 

 

O HUT enviou nota informando que adquiriu uma nova central de ar e que os aparelhos de ar-condicionado estão recebendo manutenção de acordo com a demanda. Veja nota no final da reportagem.

A dona de casa Selma Correia Lemos, que acompanha uma prima, de 45 anos, no hospital, enviou vídeos que mostram os pacientes na enfermaria 205 da unidade de saúde. Ela denunciou a condição ao Ministério Público Estadual (MPE). 

No local, os aparelhos de ar-condicionado não estão funcionando e os pacientes foram orientados a trazer, de casa, ventiladores para tentar amenizar o calor dos pacientes internados.

"Quando chegamos aqui a equipe de enfermagem nos orientou a trazer um ventilador e água gelada, porque os bebedouros do hospital não estão gelando a água", disse Selma Correia.

A prima de Selma está internada no HUT desde a última sexta-feira (22). A paciente que faz tratamento de câncer, deu entrada para tratar uma escara sacral (nas costas) de grau 4. O tratamento paliativo contra o câncer de mama ela trata no Hospital São Marcos.

Desde que descobriu a doença, em outubro do ano passado, a paciente que é natural de Pau D'Arco ficou acamada e sofre com a ferida nas costas que já está com perda de tecidos.

Nos últimos meses, a paciente precisa ser internada para tomar antibióticos e tratar a infecção da escara. Ela já esteve internada nos hospitais dos bairros Matadouro, Monte Castelo e Promorar. Mas, com a gravidade do ferimento e pela dificuldade de conseguir um acesso (uma veia para a colocação de uma válvula por onde é injetado o medicamento) a paciente teve que ser regulada para o HUT, onde permanece internada há uma semana.

"Todos os dias eu trago as garrafas com água congelada,para que ela possa beber água gelada pelo menos durante o dia, que é o horário mais quente. Hoje eu trouxe água para a minha prima e para o pessoal da enfermagem, que passam pelos mesmos problemas dos pacientes", explicou a dona de casa.

Selma e outros acompanhantes registraram queixa na Ouvidoria do HUT, que afirmou aos acompanhantes que encaminhou a Fundação Municipal de Saúde (FMS) as queixas e aguarda um posicionamento da FMS.

Assim como Selma, outros acompanhantes que preferiram não serem identificados nesta reportagem, apresentaram as mesmas queixas.

"A esposa do meu primo está ai desde domingo (24). Ele ter que ir às presas no shopping, que era o único lugar aberto no domingo, para comprar um ventilador", disse um homem que não quis ser identificado.

Selma Correia destacou o esforço dos funcionários em manter o hospital funcionando.

"Nós sabemos que os melhores médicos do Piauí estão aqui no HUT. Sabendo disso, fazemos questão que os pacientes sejam regulados para cá, mas a situação está muito difícil. Ontem minha prima começou a tossir, pelo uso constante do ventilador. Ela entrou aqui para tratar uma doença e já está com outro problema de saúde", lamenta Selma.

Resposta dos órgãos

Procurada por nossa equipe de reportagem, a Fundação Municipal de Saúde afirmou que as denúncias seriam respondidas pelo próprio HUT.

Por meio de nota, o HUT afirmou que o processo de compra emergencial de uma nova central de ar, com maior capacidade de refrigeração, foi finalizado e já publicado do Diário Oficial do Município (DOM) e, que o equipamento está em processo de transferência para Teresina.

Sobre os setores que utilizam aparelho de refrigeração, tipo split, foram prejudicados devido a forte onda de calor em Teresina. E que existe um cronograma de reparos dos aparelhos e, ontem (28), três postos de internação tiveram os aparelhos reparados.

Veja nota do HUT na íntegra

O processo de compra emergencial de uma nova central de ar, com maior capacidade de refrigeração, foi finalizado e já publicado do Diário Oficial do Município (DOM), o equipamento está em processo de transferência para Teresina.

Quanto aos setores que tem o modelo de refrigeração Split, devido as fortes ondas de calor na cidade, alguns tiveram problemas, mas estão em fila de reparos. Ontem (28) por exemplo, já foi reestabelecido o sistema de ar de 3 postos de internação.

As manutenções estão acontecendo conforme demanda e cronograma.

O HUT reitera que os serviços estão sendo prestados de forma contínua e sem nenhum prejuízo aos usuários.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais