Cidadeverde.com
Últimas

Sílvio diz que ambulantes não cadastrados irão para a Praça do Fripisa

Imprimir
O principal resultado da reunião ocorrida durante toda a manhã de hoje entre a prefeitura de Teresina, vereadores e camelôs foi a determinação de que os ambulantes não contemplados com box no Shopping da Cidade ocuparão a Praça do Fripisa provisoriamente. Uma comissão de vereadores e membros do Sindicato dos Ambulantes foi instituída para resolver o problema de espaço para os camelôs definitivamente.
 
Caroline Oliveira/Cidadeverde.com
A comissão é formada pelos vereadores Renato Berger (PSDB), presidente do grupo, Rosário Bezerra (PT), Décio Solano (PT), R. Silva (PP), Edvaldo Marques (PSDB) e Rodrigo Martins (PSB). Esse grupo ficou responsável pela procura de uma área onde os ambulantes possam permanecer de forma definitiva.

O prefeito Sílvio Mendes (PSDB) colocou algumas opções de espaços: o antigo prédio do Inamps, localizado na Praça João Luís, que foi condenado pelos bombeiros, pode ser reformado; ou um terreno na Avenida Maranhão, próximo ao shopping da cidade; ou a garagem do INSS, que é um terreno grande e pode contemplar também os ambulantes do Polo de Saúde.

Na Praça do Fripisa existe uma estrutura, que é um prédio desativado do Ministério da Agricultura. Esse prédio servirá como ponto de apoio para que os ambulantes possam guardar suas mercadorias. Lá também serão construídos banheiros.
 

A reivindicação mais pleiteada foi o adiamento da inauguração por conta da obra do metrô. O prefeito Sílvio Mendes disse que isso estava fora de cogitação.

Ele avaliou como positiva a reunião porque as partes conseguiram dar encaminhamento para todas as questões, principalmente quanto aos ambulantes não cadastrados e também quanto a anistia da taxa mensal dos camelôs. “Foi importante a reunião porque foi encaminhada uma solução para a anistia da taxa nos primeiros meses e foi dada uma solução imediata para os não cadastrados”, declarou o prefeito.

Caroline Oliveira (flash da prefeitura)
Leilane Nunes (redação)
[email protected]

Tags:
Imprimir