Cidadeverde.com
Últimas

SSP lança operação para fiscalizar perturbação do sossego e horários de bares e restaurantes

Imprimir

Por Roberto Araujo

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí vai lançar a operação "Silêncio e Paz" para fiscalizar a perturbação do sossego público e outros crimes envolvidos com a prática em todo o Piauí. De acordo com informações do secretário Chico Lucas após uma reunião nesta quarta-feira (15), a ação visa coibir consumo de drogas ilícitas, a violência doméstica, crimes graves como homicídios e outros decorrentes de "bebedeiras".

"Nós vamos fiscalizar aquilo que é o maior número de ocorrências dentro do nosso atendimento de emergências que é a perturbação do sossego público e que dela decorrem outros tantos crimes graves, como os homicídios, que a gente tem percebido, principalmente após bebedeiras, uso de drogas, a questão da violência doméstica", explicou.

O gestor disse que vão iniciar operações integradas aos finais de semana entre Bombeiros, Polícia Militar e  Polícia Civil para fiscalizar horários de funcionamento de estabelecimentos como bares e restaurante e garantir o sossego das pessoas. O lançamento oficial acontecerá na sexta (17).

"Vamos fiscalizar a questão do horário de funcionamento de bares e restaurantes, o sossego das pessoas que trabalham e precisam dormir, descansar, o consumo de drogas e o consumo de álcool por menores. Nós vamos fazer isso integrados todos os finais de semana", relatou.

Sistema de radiocomunicação

Na reunião desta quarta (15), também foi feito um acompanhamento de testes do sistema de radiocomunicação das forças integradas de segurança pública. Chico Lucas anunciou que os equipamentos entrarão em fase de testes na região metropolitana de Teresina a partir desta semana, durante a Operação Silêncio e Paz.

O investimento, na ordem de R$ 45 milhões, possibilitará a radiocomunicação digital entre as unidades de segurança, viaturas policiais e outros serviços classificados como de comunicação crítica, conforme padrões internacionais de operabilidade.

Segundo Chico Lucas, a fase inicial de implantação conta com quatro torres instaladas em Teresina, mas em breve todo o Estado será coberto pela tecnologia, possibilitando uma comunicação segura, integrada e eficiente entre as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais
Tags: