Cidadeverde.com

Sob olhares de Dorival Júnior, Fluminense supera o Vasco e vence primeira no Brasileirão

Imprimir

Abrindo a terceira rodada do Campeonato Brasileiro, Fluminense e Vasco fizeram um clássico bastante movimentado, principalmente no segundo tempo, na tarde deste sábado, no Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Foto: Lucas Merçom/Fluminense F.C.

Premiado por um primeiro tempo melhor, o time tricolor venceu por 2 a 1, com gols de Paulo Henrique Ganso e Martinelli.

O gol cruzmaltino foi marcado por Vegetti. A partida foi acompanhada pelo técnico da seleção brasileira, Dorival Júnior, e pelo diretor de seleções da CBF, Rodrigo Caetano.

A vitória deste sábado encerrou um jejum do Fluminense em clássicos. A última vitória tinha sido na final do Carioca em 9 de abril de 2023, quando fez 4 a 1 no Flamengo e faturou o título. 

De lá para cá, foram sete empates e seis derrotas. O Vasco, por outro lado, perdeu seu primeiro clássico no ano, já que tinha uma vitória (Botafogo) e dois empates (Flamengo e Fluminense) no Carioca.

Após um empate e uma derrota, o Fluminense conquistou sua primeira vitória no Brasileirão e chegou a quatro pontos. O Vasco, depois de estrear com vitória, soma sua segunda derrota seguida e permanece com três.

O clássico começou agitado e o Fluminense foi melhor no primeiro tempo. Logo aos dez minutos conseguiu abrir o placar com Paulo Henrique Ganso. Marcelo recebeu com espaço na esquerda e fez cruzamento perfeito para Ganso cabecear no cantinho, sem chance para Léo Jardim.

Minutos depois, houve um lance polêmico com um possível pênalti para o Vasco. Após chute de Vegetti, a bola toca no braço de Manoel. O árbitro marcou apenas tiro de meta na sequência do lance e, após revisão, o VAR não recomendou sua ida à cabine e o jogo seguiu.

O clima esquentou um pouco antes do intervalo, até mesmo com alguns cartões amarelos por discussão. O Vasco chegou mais ao ataque nos últimos minutos com cruzamentos na área, mas sem chances claras de gol.

Na volta para o segundo tempo, Ramón Díaz fez três alterações no Vasco, com as entradas do estreante Hugo Moura, ex-Athletico-PR, Rayan e Erick Marcus. As mudanças surtiram efeito, com chance clara de Rayan, que chutou em cima de Fábio.

Aos sete minutos, o Fluminense teve uma chance e não desperdiçou Samuel Xavier foi acionado na direita e cruzou. A bola chegou até Martinelli, que tinha iniciado a jogada. Completamente livre dentro da área, ele dominou com o peito e finalizou para fazer 2 a 0.

A resposta do Vasco veio apenas dois minutos depois. Hugo Moura recebeu na intermediária e fez cruzamento na medida para Vegetti, que subiu alto e cabeceou por cima de Fábio para diminuir o placar. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar.

A etapa ficou bastante movimentada com ataques para os dois lados. O Fluminense quase fez o terceiro com Marquinhos, que cobrou falta no travessão.

Já o Vasco balançou a rede com Vegetti, que saiu na cara de Fábio e tocou na saída do goleiro. Entretanto, a arbitragem marcou impedimento, confirmado pelo VAR

Nos acréscimos, Arias invadiu a área pela esquerda e poderia ter feito o terceiro, mas Léo Jardim fez grande defesa. Douglas Costa também tentou de fora da área, para nova defesa.

O Vasco teve chance com Clayton, aparentemente impedido, que saiu na cara de Fábio e chutou para fora. Com isso, o Fluminense confirmou a vitória.

No Brasileirão, o Fluminense volta a campo no domingo (28), às 16h, quando visita o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo (SP). Antes, na quinta-feira, às 19h, faz duelo com o Cerro Porteño, do Paraguai, pela Libertadores, também como visitante.

Já o Vasco terá a semana livre para trabalhar. Encara o Criciúma pelo Brasileirão no próximo sábado, às 16h, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Fonte: Estadão Conteúdo

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais