Cidadeverde.com

Minas bate o Praia Clube e conquista a Superliga feminina de vôlei

Imprimir

Na quinta final seguida da Superliga feminina de vôlei envolvendo o Minas e o Praia Clube, o Minas levou a melhor pela quarta vez. Neste domingo, em Recife, o time de Belo Horizonte venceu por 3 sets a 1 (25/23, 21/15, 25/16 e 25/21).

Foi o sexto título do Minas, que agora se isola como segundo clube com mais conquistas na história da competição. O clube estava empatado com o Osasco. O maior vencedor é o Rio de Janeiro, com 10 troféus.

No confronto recente com Praia Clube, o Minas venceu em 2019, 2021 e 2022. O clube de Uberlândia, porém, interrompeu a hegemonia rival na temporada passada e conquistou o título com uma vitória por 3 sets a 0.

Neste domingo, o jogo foi mais equilibrado. Apesar de contar com Adenízia, a maior bloqueadora da Superliga, foi o Minas quem se destacou no fundamento na decisão. O Minas venceu o primeiro set por 25 a 23. O Praia Clube conseguiu empatar o jogo ao ganhar a segunda parcial por 25 a 21. O terceiro set foi marcado por muitos erros do time de Uberlândia, e o Minas fechou 25/16.

Apesar do placar folgado, houve uma pequena polêmica. No final do set, um ataque do Minas parou na rede, sem toque no bloqueio rival, e o ponto seguiu. O técnico do Praia, Paulo Coco, desafiou, mas as jogadoras do Minas reclamaram que o pedido não foi feito de maneira correta.

O equilíbrio voltou no quarto set da partida. Os times foram juntos até o 19 a 19, quando o Minas conseguiu abrir uma pequena folga. O ponto final foi marcado pela central Thaisa, bicampeã olímpica.

"Ninguém acreditou muito no nosso trabalho", afirmou Thaisa, que foi se sentar logo após concluir a partida, para a Globo. "Estou com uma lesão. Estava aplicando injeção até aqui no banco. É por isso que estou chorando", disse ela, que acrescentou que até para andar era difícil.

Fonte: Agência Estado

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais