Cidadeverde.com

Após medalhas, atletas relatam dificuldades para disputar Norte-Nordeste de atletismo

Imprimir

Por Pâmella Maranhão 

Os atletas da equipe 4F foram os que mais subiram ao pódio representando o estado do Piauí do Norte-Nordeste de Atletismo que aconteceu no último final de semana, em Aracaju-SE. Foram 12 medalhas ao total, com uma delegação formada por atletas bem experientes e outros novatos na competição. 

Se a gente tivesse o ônibus com antecedência buscaríamos mais de 20 medalhas, mas chegamos lá às oito horas (da manhã) e a competição era as oito horas e muitos deles tiveram que competir direto, mas a gente decidiu ir porque precisamos mostrar para o estado que estávamos representando o Piauí”, pontuou Lucas de Souza, diretor da 4F e chefe da delegação Piauiense na competição. 

Entre os destaques, um nome conhecido das pistas – Eline Eduarda, de 21 anos, voltou com três medalhas. Dois ouros e uma prata. As medalhas de ouro vieram nas provas dos 400m e 400m com barreiras e prata foi nos 200m. Porém, as vésperas de iniciar o torneio eles conviveram com a incerteza se teriam ônibus para ir até Sergipe e chegaram até o local das provas no horário de competir.
 
Porém, por muito pouco os atletas não ficam de fora da competição, que devido à ausência de calendário no estadual acabou a primeira do ano para eles. 

“Por falta de investimento a gente não está tendo competições aqui (em Teresina) e com isso não temos como saber nossos resultados, por falta de competição. Eu não vou mentir que fiquei bem frustrada com essa situação da falta de ônibus, tinha perdido a esperança, mas chegamos em cima da hora e eu poderia ter mais rendimento”, explicou Eline Eduarda. 

Brayan Alan voltou com o bronze na prova dos 4x100m e está entre os nomes mais experientes também do grupo. Já na fila dos atletas mais jovens estão – Wellden Santana, bronze no 4x400m e Jeisiel Bandeira, 16 anos, e bronze no 4x400m. 

Alguns dos nomes que disputaram o Norte-Nordeste irão competir pelo Gimanasíade, torneio sub-18 que tem os custos pagos pela Confederação de Atletismo. Os atletas da categoria adulto seguem com calendário indefinido. 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais