Cidadeverde.com

Arlindinho diz que filha de 9 anos foi vítima de racismo

Imprimir

Foto: Reprodução / Redes sociais

O cantor Arlindinho relatou que a filha de 9 anos foi vítima de racismo na escola onde estuda, em São Paulo (SP).

“Minha filha foi vítima de racismo na escola. Gostaríamos de salientar que todas as providências necessárias já foram tomadas em relação ao ocorrido. Reiteramos que racismo é crime, conforme previsto na legislação brasileira, e que deve ser tratado com a seriedade que merece”, escreveu o artista em publicação no Instagram.

O episódio teria ocorrido durante uma partida de vôlei, de acordo com a mãe da menina, a pedagoga Talita de Arruda. A ex-mulher do cantor também usou as redes sociais para falar sobre o caso.

“Não vou me calar e farei o possível para recuperar a alegria da minha filha, que ainda está abalada”, afirmou a mãe da menina.

A escola onde a filha do cantor estuda se manifestou por meio de nota. O texto afirma que a instituição “não compactua com atitudes de racismo”.

“Casos ocorridos dentro da escola serão sempre tratados de maneira privada diretamente com as famílias dos envolvidos, cuidando e acolhendo estudantes que sofrem esse tipo de violência, tomando as medidas educativas necessárias e evitando exposição dos menores para sua própria proteção”, continua a manifestação.

A escola também afirmou que está “em constante movimento pela promoção e implementação de uma educação antirracista, com o objetivo de melhorar a nossa sociedade. Acreditamos na potência e valor da educação”.

Fonte: SBTNews 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais