Cidadeverde.com

Fiscal de Belém (PA) vazou prova do Enem durante aplicação em novembro do ano passado

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

 

Por Adriana Magalhães, com informações da PF

Uma pessoa contratada pelo INEP para trabalhar durante a aplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em novembro do ano passado, teria vazado a prova de redação do exame. A informação é da Polícia Federal após concluir investigação sobre o vazamento. 

A pessoa não teve seu nome revelado, mas se condenada pode pegar pena de reclusão de um a quatro anos.

O vazamento foi identificado pelo INEP um dia após a aplicação da prova. O instituto acionou a Polícia Federal, que iniciou a investigação na cidade de Caruaru (PE), onde a foto da prova de redação circulou nas redes sociais antes de sua publicação no site do Inep.

Segundo a investigação, o vazamento da imagem aconteceu às 13h50, quando os candidatos já haviam adentrado os locais de prova e não possuíam mais acesso à internet.

Segundo a investigação da PF, uma pessoa da cidade de Belém (PA) teria enviado uma foto da prova a uma amiga, professora.

A conduta de utilizar ou divulgar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a outrem, ou de comprometer a credibilidade do certame, conteúdo sigiloso de processo seletivo para ingresso no ensino superior, pode gerar uma pena de reclusão de um a quatro anos e multa.

 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais