Cidadeverde.com

Encontro com os Povos Indígenas do Piauí debate proteção social no território

Imprimir

Fotos: Roberta Aline/MDS

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), juntamente com os ministérios dos Povos Indígenas e da Saúde, realizou no sábado (18), em Teresina, o Encontro com Povos Indígenas do Piauí. A reunião, marcada pelo diálogo sobre Proteção Social no Território, contou com representantes do Governo Federal, do governo estadual e de dez municípios em que há presença indígena.

O ministro do MDS, Wellington Dias, ressaltou que o governo do presidente Lula está comprometido em trabalhar em conjunto com a população, por meio de uma escuta atenta.

“Os povos indígenas têm tradições que precisam ser respeitadas e nós não podemos fazer nada para eles sem dialogar diretamente com eles. É isso o que estamos fazendo aqui", afirmou.

"A gente vai fazer um plano para curto, médio e longo prazo, levando em conta a necessidade de evoluir na educação para os povos indígenas, na expectativa e qualidade de vida, na renda. Ou seja, alcançar o que todo brasileiro tem direito", concluiu.

“Nós somos os povos que sempre tiveram vozes e nunca foram ouvidos", disse Aliã Wamiri, do povo Guajajara, agradecendo a presença e escuta dos representantes públicos. "Na nossa aldeia, reivindicamos demarcação.

"Nós somos povos urbanos, fomos expulsos dos nossos territórios. As condições de moradia nas cidades são muito difíceis e passamos por situações de vulnerabilidade alimentar", explicou.

Segundo a arte educadora, há ainda outras reivindicações. "A gente quer falar também sobre educação. A educação é que traz a saúde, a cultura, a infraestrutura. E não existe educação sem território", destacou.

Núbia Lopes, secretária estadual das Relações Sociais do Piauí, enfatizou o trabalho integrado. “Viemos atender ao chamado do MDS e, em nome do governo do estado, dizer que estamos juntos nesse grupo de trabalho intersetorial, que une Governo Federal, estadual e os municípios onde temos a presença dos povos originários. A tarefa está dada e estamos aqui para cumprir esta parceria”, declarou.

 

Da Redação

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais