Cidadeverde.com

Irmãos são condenados a mais de 30 anos de prisão por homicídio e tentativa de homicídio em Picos

Imprimir

Foto: Arquivo - Cidadeverde.com/picos

Por Paula Monize

O Tribunal do Júri condenou nesta terça-feira (21) os irmãos Francimar Cornélio Brás e Edimar Cornélio Brás pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, ocorridos em fevereiro de 2003 no município de Picos. 

A juíza da 5ª Vara Criminal do Fórum de Picos, Nilcimar Araújo, proferiu a sentença condenatória por homicídio qualificado por motivo torpe e tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe e surpresa.

A Edimar Brás foi imputada a pena de 19 anos e 10 meses (homicídio) e 16 anos e 6 meses (tentativa), totalizando 36 anos e 4 meses. O outro réu, Francimar Brás, foi condenado a 24 anos e 9 meses (homicídio) e 13 anos e 8 meses (tentativa), totalizando 38 anos.
Aos condenados foi concedido o direito de recorrer da pena em liberdade.

O advogado de defesa, Herval Ribeiro, ressaltou que vai recorrer da decisão por meio de uma apelação criminal interpondo a nulidade do julgamento.

“Nós estamos preparando um recurso de apelação até porque ao longo do julgamento aconteceu uma ilegalidade. Vamos interpor uma apelação criminal interpondo a nulidade do julgamento em razão dessa ilegalidade cometida e também em razão da pena que foi bastante elevada”, disse o advogado.

Os crimes

Os crimes aconteceram em fevereiro de 2003, na localidade Malhada Grande, zona rural de Picos, tendo como vítima fatal Francisco Pereira Alves (pai) e Paulo Roberto Alves (filho) que conseguiu sobreviver. 

As vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo (espingarda) e arma branca (faca).

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais