Cidadeverde.com

Falso agente mata motoqueiro por não parar em abordagem ilegal em São Raimundo Nonato

Imprimir

Foto enviada ao portal 


Por Yala Sena 

A Polícia Civil de São Raimundo Nonato, a 540 km de Teresina, investiga a morte de um rapaz que foi assassinado em circunstância atípica na noite de ontem (28), por volta das 21h30.

Segundo a polícia, um homem vestido em roupa preta estava abordando condutores na rotatória, que fica o monumento do tatu, e parava os motoqueiros em uma simulação de abordagem.

“Ele estava parando os motoqueiros e atirava pra cima. Um deles não parou e ele efetuou os disparos na vítima que morreu. Segundo relato, o rapaz que atirava estava embriagado ou drogado. Estamos investigando para identificar o autor do homicídio”, disse o delegado Herdeson Bernardo. 

O delegado trabalha com hipótese de batismo de facção, já que a pessoa para ingressar no crime organizado tem que praticar um assassinato. Outras suspeitas são de surto psicótico ou crime premeditado.

O criminoso, segundo relato, é alto, magro e vestia todo de preto. 

“É uma situação bem atípica, mas estamos buscando informações”, disse o delegado.

A vítima é um adolescente Glauber Gomes Ribeiro, de 15 anos. 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais