Cidadeverde.com
Geral

Polícia prende vereador e mais 5 na Estaca Zero

Imprimir
Em uma operação realizada do meio dia de ontem e até as 5h da manhã de hoje, a Polícia  Rodoviária Federal, Delegacia de Entorpecentes, Sefaz e a Delegacia de Alagoinha do Piauí prenderam seis pessoas e apreenderam uma moto desmontada no bagageiro de um ônibus. A operação foi montada no Km 82 da BR 316, na Estaca Zero.
 

No ônibus da empresa Progresso, que vinha de Natal para São Luis, foi preso o traficante Cícero Thiago Leandro de Lima, de 23 anos. Ele vinha de Juazeiro do Norte para Teresina, trazendo 1,5 Kg de cocaína e crack. A droga estava misturada com café para camuflar o cheiro. Ele disse que iria entregar a droga no Terminal Rodoviário Lucídio Portela e confessou que recebeu R$ 350 pelo serviço.
 

De acordo com o delegado José João [foto acima], da Entorpecentes, ao puxar a ficha do traficante, a polícia descobriu que ele já tinha cinco passagens e um mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça do Ceará.

Foi preso também o  vereador da cidade de Agricolândia, Antonio Tosinho Braga, que dirgia uma Pampa em aparente estado de embriaguês, de acordo com o inspetor Tony Rodrigues, da PRF. Ele foi encaminhado à Delegacia Regional de Água Branca.
 

Durante a operação, a polícia prendeu também uma quadrilha do Pará. O bando era formado por quatro homens, sendo que dois eram policiais militares reformados do Pará.

José Augusto Serra Paiva, José Haroldo da Gama Palheta, Raimundo Odilon Sousa Cruz (MA) e Francisco dos Santos (PA) estavam em um Siena de placa JJO-4386 e foram presos com dois revólveres, um Taurus com numeração raspada e um Rossi sem registro.
 

Eles afirmaram à polícia que faziam escolta de cargas entre Pernambuco e Pará. Segundo a polícia, uma escolta ilegal. Eles foram autuados em flagrante por porte ilegal de armas e formação de quadrilha.
 

 
Na operação também foram apreendidos dois tatus e diversos avoantes abatidos dentro de um ônibus da empresa Guanabara que vinha para Teresina.
 
Caroline Oliveira (flash da Delegacia de Entorpecentes)
Leilane Nunes (redação)
[email protected]
Tags:
Imprimir