Cidadeverde.com
Esporte

Robert brilha e Palmeiras vence clássico contra o São Paulo

Imprimir
Contratado para compôr o elenco no ano passado e criticado pela torcida até hoje. Mas, no clássico deste domingo, contra o São Paulo, Robert decidiu. O atacante marcou os dois gols da vitória sobre o rival, no Palestra Itália, e garantiu a alegria do técnico Antônio Carlos em sua estreia.



Com a vitória, o Verdão chegou aos 16 pontos no Campeonato Paulista e assumiu a sétima posição. Já o Tricolor permanece em quinto, com 17.

Se alguém esperava um São Paulo superior no primeiro tempo devido a má fase do adversário se enganou. As duas equipes brigaram muita pela posse da bola no meio de campo e as chances de gol praticamente não existiram.

O Tricolor tentou explorar as jogadas aéreas, principalmente pelo lado esquerdo, com Jorge Wagner, que apoiou bastante. Já o Palmeiras, de volta ao esquema com apenas dois volantes, jogava mais pelo meio, na maioria das vezes com Diego Souza e Cleiton Xavier.

Durante toda a primeira etapa os dois times mostraram muita vontade, mas criaram pouco perigo ao adversário.

O segundo tempo, porém, começou bem diferente do primeiro. Logo aos 6 minutos, Xandão cometeu falta em Eduardo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. A partir daí, o Palmeiras dominou amplamente a partida.

E o Verdão abriu o placar pouco depois, com o contestado Robert. Cleiton Xavier recebeu na esquerda e cruzou na área. O centroavante subiu mais que a zaga e cabeceou no canto, sem chances para Rogério Ceni. Emocionado, ele chorou na comemoração.

Logo em sua estreia no comando do Palmeiras, o técnico Antônio Carlos mostrou que tem estrela. Aos 22 minutos, ele colocou Marquinhos em campo, que ainda não havia jogado neste ano. Dois minutos depois, o meia cobrou escanteio na cabeça de Robert, que chegou antes da zaga para fazer o seu segundo gol na partida.

Com a vitória praticamente garantida, o time do Palmeiras ainda perdeu uma ótima chance com Cleiton Xavier. A partir dos 30 minutos, a torcida soltou o grito de "olé" e apenas esperou para comemorar a vitória, na primeira partida do novo treinador, que foi aclamado pelo público ao término do jogo.


FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 0 SÃO PAULO

Estádio: Palestra Itália, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/2/2010 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Giulliano Neri Colisse (SP)
Cartões amarelos: Pierre (PAL); Xandão (SÃO)
Cartão vermelho: Xandão, 6'/2ºT (SÃO);
GOLS: Robert, 8'/2ºT (1-0); Robert, 24'/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Marcos, Wendel, Léo, Danilo e Eduardo; Pierre, Márcio Araújo, Diego Souza e Cleiton Xavier (Edinho, 39'/2ºT); Lenny (Marquinhos, 22'/2ºT) e Robert (Deyvid Sacconi, 37'/2ºT). Técnico: Antônio Carlos

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Renato Silva (Andre Luis, 28'/2ºT), Xandão e Miranda; Cicinho, Jean, Cleber Santana (Léo Lima, 31'/2ºT), Hernanes e Jorge Wagner; Marcelinho Paraíba e Washington (Henrique, 16'/2ºT). Técnico Ricardo Gomes.



Fonte: Lancenet
Imprimir