Cidadeverde.com
Esporte

Temporal inunda Maracananzinho e time de vôlei dorme em ginásio

Imprimir
Numa noite de caos e muita chuva, um time dormiu literalmente na quadra. O Rio de Janeiro do técnico Bernardinho foi surpreendido pelo temporal durante seu treino no Maracanãzinho, na noite de segunda-feira. Com o bairro do Maracanã completamente alagado, jogadoras e comissão técnica não conseguiram deixar o local - e acabaram tendo que dormir de forma improvisada - usando espumas e driblando a água que invadiu a quadra durante a madrugada. 


Quatro jogadoras, entre elas a atacante Carol Gattaz, até conseguiram sair do ginásio no meio da madrugada, mas sofreram nas ruas da cidade. As outras atletas e a comissão técnica dormiram no local. Segundo o assistente técnico Hélio Griner, na manhã desta terça a quadra do Maracanãzinho está com cerca de um metro de água, sendo que a primeira fila de cadeiras do ginásio está submersa.

- Foi  caótico. Não sei o que vai acontecer. Ninguém descansou, não sei como vai ser esse segundo jogo - disse Bernardinho.

A equipe só deixou o ginásio por volta das 12h desta terça-feira, depois de quase 20h. Às 18h45, o elenco se reunirá para fazer musculação e, logo depois, treinar com bola.

Griner contou que a delegação do Rio de Janeiro chegou ao Maracanãzinho às 17h30m de segunda e, depois que todos assistiram a um vídeo no ginásio, as jogadoras começariam a treinar com bola na quadra. Foi quando a água começou a subir.


Depois de tentarem em vão enxugar o piso, o centro da quadra ficou mais limpo. Por volta de meia-noite, as jogadoras se deitaram em espumas que ficam no canto da quadra. Pouco antes, um amigo da ponteira Regiane que mora perto do Maracanãzinho conseguiu chegar ao ginásio, levando três pizzas.

Mas, por volta de duas da manhã, a chuva apertou novamente e a quadra começou a ser invadida novamente pela água. Com isso, jogadoras e comissão técnica tiveram de subir para a tribuna, onde um funcionário da Suderj abriu uma sala para todos se abrigarem. Foi lá que todos dormiram.

- Nós nos acomodamos em espumas na sala mesmo, mas eu e outras pessoas só conseguimos dormir às 3h30m até as 6h - contou Griner.

A Confederação Brasileira de Voleibol adiou o jogo da semifinal da Superliga feminina entre Rio de Janeiro/Unilever e Blausiegel/São Caetano para quinta-feira, dia 8. E também mudou o local: será no ginásio do Tijuca Tênis Clube, a partir de 21h30. O Rio de Janeiro precisa vencer para forçar o terceiro jogo que, se necessário, será no sábado, no mesmo local e horário. 

Com informações do Globoesporte.com
Imprimir