Cidadeverde.com
Entretenimento

Ex-beatle se emociona ao tocar com escola de samba em Vitória

Imprimir

O ex-beatle Pete Best visitou a comunidade Morro do Alagoano, em Vitória, no Espírito Santo, e se emocionou ao tocar junto com a bateria da escola de samba local Novo Império. "Foi muito especial participar desse encontro, eu nunca tinha visto uma escola de samba de perto. E ainda tive a oportunidade de tocar com eles", disse à Agência Efe o primeiro baterista dos Beatles.

Foto: Cris Patrício/Efe


A visita do ex-beatle mobilizou os moradores do Morro do Alagoano, que se reuniram em frente a uma igreja para ver Pete Best tocando com a bateria da Novo Império. "Nós temos muitos sonhos para a comunidade, mas devo admitir que nunca sonhamos tão alto, nunca imaginamos que poderíamos ter um dos fundadores dos Beatles ao nosso lado, tocando com nossa escola de samba", disse o agitador cultural Raimundo de Oliveira, um dos organizadores da visita.

Pete Best está em Vitória para se apresentar neste fim de semana ao lado da banda Clube Big Beatles, que presta tributo ao quarteto de Liverpool. O primeiro show acontecerá na noite deste sábado, na casa Spírito Jazz, dentro do projeto Sócio de Carteirinha, promovido pelo Clube Big Beatles e que reúne uma vez ao mês importantes nomes da música nacional e internacional.

A segunda apresentação acontece no domingo, na Praia de Camburi, a principal da capital do Espírito Santo, e terá ainda a participação do baterista João Barone, dos Paralamas do Sucesso. 

Pete Best fez parte dos Beatles de 1959 a 1962, quando foi demitido para que Ringo Starr pudesse entrar na banda. O episódio é considerado um dos mais controversos da história do rock n' roll, porque John Lennon, Paul McCartney e George Harrison não quiseram anunciar que o baterista estava perdendo o emprego, missão que coube a Brian Epstein, o empresário do grupo.

Nos anos seguintes à demissão, Pete, que estava nos Beatles na passagem da banda por Hamburgo, fase considerada como fundamental para seu amadurecimento, abandonou a música chegou a trabalhar em uma padaria, antes de conseguir um emprego público.

O primeiro baterista dos Beatles passou por um longo período de depressão no qual chegou a tentar suicídio, e só voltou à música em 1988, quando montou uma banda e passou a excursionar pelo mundo.

Fonte: Efe

Imprimir