Cidadeverde.com
Política

Depoimento da deputada Ana Paula é adiado para a próxima semana

Imprimir

Atualizada às 08h56


A Polícia Federal colheria hoje (21) o depoimento da deputada Ana Paula Carvalho (PMDB) sobre o seu possível envolvimento com o esquema de notas frias em prefeituras do interior do Estado. Porém, o depoimento foi remarcado para a próxima semana. A deputada está viajando. Preso, o irmão da deputada, Chico Filho, foi exonerado do cargo de presidente do Emater.







Os agentes da Polícia Federal, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão no gabinete de Ana Paula na Assembleia, encontraram documentos que, possivelmente, comprovem o pagamento de notas fiscais frias. Um assessor da deputada, o advogado Antônio Eloneide Gomes, foi preso na operação.


É também hoje que o advogado Alexandre Nogueira espera a liberação de seus clientes: o prefeito de Uruçuí, Valdir Soares, e os empresários Valdir e Genivaldo Campelo, donos de uma distribuidora de medicamentos.


Foto: Thiago Amaral/Cidadeverde.com




Alexandre Nogueira disse, em entrevista ao Notícia da Manhã, que entrou com pedido de soltura e espera o resultado do alvará ainda hoje.


Ele argumenta que os clientes contribuíram para a investigação, não permaneceram calados no depoimento e não obstruíram o trabalho de colheita das provas.



Valdir Soares, prefeito de Uruçuí



O prefeito Valdir Soares está preso na penitenciária Major César e os empresários na Casa de Custódia.


Leilane Nunes
[email protected]

Imprimir