Cidadeverde.com
Entretenimento

Roberto Carlos vai retomar parceria com Erasmo Carlos

Imprimir

O cantor Roberto Carlos diz que vai retomar a parceria histórica com Erasmo Carlos no próximo álbum, que deve ser lançado no final do ano.

Roberto disse que já tem músicas prontas em número suficiente para encher dois discos, mas que ainda não o fez porque outras ocupações da carreira tomam seu tempo. "Tento fazer esse disco há três anos, mas tem sempre coisas me ocupando em outra parte de minha carreira", disse.

Caso não consiga gravar o álbum a tempo, tem preparado para o Natal outro DVD de duetos com estrelas da MPB, retirados dos especiais de final de ano que tem apresentado por décadas na TV Globo.

O encontro com a imprensa aconteceu dentro do Costa Serena, navio em que Roberto faz temporadas há seis anos, que passou a tarde e a noite atracado no Píer Mauá, no Rio.

O objetivo era divulgar o novo empreendimento turístico em que está envolvido, o "Roberto Carlos em Jerusalém", que terá primeira edição em 18 de junho deste ano, para 3 mil passageiros.

Será uma semana percorrendo a cidade de Nazareth, o Monte Sinai, o Rio Jordão, o Mar Morto. No sétimo dia, Roberto faz um show no anfiteatro em Sultan Pool, em Jerusalém. Os preços variam ente US$ 3.220 e US$ 13.470 por pessoa.


Biografia e namoro

O cantor afirmou que vai lutar até o fim para que a biografia "Roberto Carlos em Detalhes", de Paulo Cesar Araújo, continue fora de circulação.

O cantor embargou a obra pouco depois de ela ser lançada, em 2007. "Sou radical em relação a isso", disse. "Não vou mudar minha posição nem minha opinião."

Ele pretende escrever suas memórias com a ajuda do jornalista Okky de Souza. Não há previsão de lançamento do livro.

Na entrevista, Roberto se esquivou de todas as perguntas a respeito de uma suposta nova relação amorosa.

Disse não estar apaixonado ("Estou chegando...", "Estou apaixonado pela vida") e ter por Paula Fernandes, apontada como sua possível namorada, apenas admiração artística.

Em 2011, Roberto completa 70 anos de vida. Disse, porém, que não há nenhuma grande comemoração sendo preparada para marcar a data.

A não ser, é claro, o desfile da Beija-Flor no Carnaval carioca, que tem o enredo dedicado a ele. Ele contou que já se familiarizou com a letra, mas não pretende cantá-la nem no desfile. "Um samba em homenagem a mim não é um samba que eu deva cantar. Deixo isso para o Neguinho da Beija-Flor."

Muito bem humorado, Roberto Carlos fez piada com todas as perguntas que se referiam a sua idade. Disse ter três medos. "O primeiro, a calvície. O segundo, a velhice. O terceiro, imaginem o que vocês quiseram", brincou. E acrescentou: "Tudo o que o dinheiro ajudar para evitar essas três coisas eu vou fazer!"


Fonte: Folha Online

Imprimir