Cidadeverde.com
Esporte

River inaugura nova sede e emociona Afrânio Nunes com homenagem

Imprimir
O River Atlético Clube inaugurou oficialmente o Centro de Treinamento Professor Afrânio Nunes, no bairro Portal da Alegria, zona Sul de Teresina. Na tarde desta sexta-feira (13), o homenageado chorou ao se lembrar das dificuldades em 22 anos na diretoria da agremiação. "Quem sustenta o River e o esporte do Piauí são esses torcedores apaixonados", desabafou o ex-presidente do clube, aos 87 anos.

Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com

Ao lado da esposa Camélia de Alencar Nunes na mesa de honra, o ex-deputado estadual riverino criticou a falta de apoio ao esporte em diversas gestões - só isentou, em parte, os governos Petrônio Portella e Mão Santa, citando os ex-governadores como os que ajudaram "um pouco". 

"Se há uma coisa cara é futebol. Jogador é caro, sede é cara, tudo é caro. Entram na Justiça, fazem o que querem. Houve um período que tínhamos 23 processos na Justiça. Sofremos críticas severas e censuras, mas vencemos essa fase. Prefeitura e Governo não sabem nem que tem esporte no Estado. Não dão nenhuma assistência", reclamou Afrânio Nunes, que soma 11 títulos em 22 anos presidência do River, tempo que o garantiu o apelido de "eterno presidente" do "eterno campeão".


Afrânio Nunes disse ter previsto que o River não teria condições de continuar na avenida Arêa Leão, bairro dos Noivos, área nobre na zona Leste de Teresina. A sede foi vendida para capitalizar o clube.

Nova estrutura
A solenidade foi comandada pelo presidente do clube, Elizeu Aguiar, e contou na mesa de honra com a presença do vice, Jairo Cavalcantem, do empresário Carlos Galdino, do Ceará, do ex-presidente Franklin Kalume, do diretor de Marketing, Edmar Soares, Zé Neto e o emblemático torcedor Pintinho, representando os riverinos. Eles participaram do hasteamento das bandeiras do Brasil, Piauí e River ao som do hino nacional, e do descerramento da placa de inauguração com o hino do time tricolor ao fundo. Em seguida, visitaram a nova sala de troféus.


Em seis hectares, o novo Centro de Treinamento, que já havia sido usado pelo River em outras oportunidades, conta com piscina infantil e adulta, dois campos cercados e uma quadra coberta. Elizeu Aguiar informou que ainda serão feitas adequações ao local, como a construção de mais um campo, alojamentos, academia para musculação e sala para administração.

"É o começo de uma nova era", disse Elizeu Aguiar, atribuíndo a mudança ao crescimento do River. O dirigente planeja agora o avanço do time de futebol da Série D do Campeonato Brasileiro para a Série B em seis anos. "Precisamos voltar a ter uma expressão na esfera nacional. Esse é o nosso principal objetivo", declarou.


Crise na Federação
Elizeu Aguiar é um dos integrantes da junta que agora comanda a Federação de Futebol do Piauí. Além do riverino estão Reinaldo Ferreira, do Piauí Esporte Clube, e Chico Wilson, do Comercial, de Campo Maior. Eles irão preparar nos próximos dias novas eleições para a diretoria da FFP na tentativa de que a entidade volte a ser reconhecida pela Confederação Brasileira de Futebol.


Jordana Cury (flash do River, especial para o Cidadeverde.com)
Fábio Lima (Da Redação)
redacao@cidadeverde.com
Imprimir