Cidadeverde.com
Esporte

Câmara faz homenagem ao autor do gol mais rápido do futebol piauiense

Imprimir

O autor do gol mais rápido do futebol piauiense foi agraciado com o Título de Cidadania Teresinense, nesta quarta-feira (29), durante sessão solene no plenário da Câmara Municipal de Teresina. Destaque nas décadas de 80 e 90, o ex-jogador do River Atlético Clube, Paulo César Nóbrega Portela, recebeu a homenagem do vereador Rodrigo Martins (PSB), propositor da honraria.
 


Paulinho, como ficou conhecido, nasceu em Parnaíba-PI há 51 anos. Iniciou sua vida esportiva no Parnaíba Sport Clube e ganhou destaque ao fazer parte do River Atlético Clube, onde foi bi-campeão e um dos jogadores que mais vestiu a camisa do time. Na equipe, em 1986, fez um dos gols mais rápidos do futebol, com 6 segundos, contra o Caiçara de Campo Maior-PI, no Albertão.
 
O ex-atleta jogou ainda em vários times profissionais do Piauí e de outros Estados, como Botafogo, da Paraíba, Ferroviário Atlético Clube, do Ceará, 4 de Julho, de Piripiri-PI, Flamengo-PI e Tiradentes-PI. Atualmente, Paulinho é diretor da Associação de Garantia ao Atleta Piauiense – AGAP- e desenvolve trabalho de inclusão e beneficiamento aos atletas e ex-atletas profissionais.
 
Emocionado, Paulo Portela acredita que o esporte é uma das ferramentas de inclusão social que ajuda no desenvolvimento de crianças e jovens. “Projetos de inclusão por meio do esporte tira a juventude carente da marginalidade e transforma o cidadão”, conta o ex-atleta, que também é formado em Educação Física e ministra aula para cerca de 1.200 alunos no Dirceu Arcoverde.
 


O propositor do título honorífico, Rodrigo Martins, afirma que a homenagem se deve à contribuição de Paulo Portela ao futebol e à sociedade teresinense. “Além de ter sido um grande atleta, que ajudou a projetar o nosso futebol, ele ajuda as pessoas por meio do trabalho social com crianças carentes da região Sudeste de Teresina”, lembra o parlamentar.
 
No final da solenidade foi exibido um vídeo com os principais momentos vividos por Paulo Portela no futebol. Foram lembrados momentos como Campeão paraibano (1985), piauiense (1989/1992), Norte/Nordeste com a seleção juniores do Piauí, única seleção campeã piauiense, artilheiro do Fantástico em 1986, entre outros.
 
Paulo é viúvo há três anos e mora no Dirceu II com três filhos e uma neta de 4 anos.



Da Redação
[email protected]

Imprimir