Cidadeverde.com
Economia

Governo pode dar incentivos para fazer estoque de cana para álcool

Imprimir
Diante da possibilidade de uma quebra de safra de cana-de-açúcar, o governo planeja dar incentivos financeiros para a manutenção de estoques de etanol para garantir o abastecimento. De acordo com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, serão utilizados recursos do BNDES para isso.


"Estamos incentivando os produtores e os distribuidores a manter estoques. Um estoque regulador por 15 ou 30 dias, o que for possível. Ajudaremos financeiramente na preservação deste estoque e vamos ajudar a financiar a renovação dos canaviais", disse o ministro.

De acordo com Lobão, a formação de estoques de etanol será realizada pelos produtores, mesmo que o combustível já esteja disponível para o distribuidor. O ministro cogitou ainda a possibilidade de importação do combustível, se necessário.

"O incentivo é feito por um empréstimo com juros subsidiados. São recursos do BNDES, basicamente", disse Lobão, que participou da posse de dois diretores na ANP (Agência Nacional de Petróleo).

Questionado se os usineiros já haviam sido muito beneficiados nos últimos anos, o ministro respondeu que "todos os empresários brasileiros são atendidos com financiamento".

Outra medida confirmada por Lobão para o aumento da segurança do abastecimento do combustível é a redução da mistura de álcool anidro na gasolina, atualmente em 25% e que pode ser reduzida até 18%. A decisão será tomada pelo governo até o dia 1º de outubro.

Fonte: Folha
Imprimir