Cidadeverde.com
Economia

Comer fora de casa está 11,5% mais caro do que há 1 ano atrás, diz IBGE

Imprimir
A alimentação fora de casa ficou 11,49% mais cara nos últimos 12 meses, superando a alta dos preços dos alimentos e bebidas em geral, que foi de 8,49%, de acordo com os dados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgados nesta sexta- feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Dentro do item alimentação fora do domicílio, as refeições registraram alta acumulada nos 12 meses de 12%, mas essa não foi a maior elevação. O acréscimo mais intenso foi da cerveja, de 13,72%, e a menos intensa, de 7,38%, foi verificada nos preços dos doces.

Considerando apenas o mês de outubro, o consumidor que se alimenta fora de casa desembolsou 0,90% a mais em relação a setembro. Neste caso, o destaque ficou com o refrigerante e a água mineral, que, juntos, pesaram 1,78% a mais no bolso. Depois, aparecem outras bebidas alcoólicas (1,38%) e cerveja (1,30%).

No ano, a refeição fora do domicílio acumula alta de 8,14%.

Fonte: Info Money
Imprimir