Cidadeverde.com
Entretenimento

Música de Tiririca faz Sony pagar mais de R$ 1,2 milhão por racismo

Imprimir
O Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) determinou ontem (14) que a gravadora Sony Music pague mais de R$ 1,2 milhão por entender que há racismo na música "Veja Os Cabelos Dela", escrita pelo cantor e deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP). A canção foi lançada originalmente no CD "Florentina", de 1996.


O cálculo do valor é do advogado Humberto Adami, e se refere a ação movida por ele contra a gravadora por causa da música (leia a letra abaixo). Adami representou ONGs que combatem o racismo, encabeçadas pela ONG Criola, de defesa das mulheres negras. "Essa música trouxe uma série de problemas para as mulheres negras, expostas ao ridículo", diz o representante legal da ONG. 

Em 2004, a Sony Music foi condenada ao pagamento de R$ 300 mi de indenização, mas recorreu. A decisão de ontem, segundo o advogado, manteve o valor e aplicou a correção monetária; por isso, o advogado diz que a indenização deve passar de R$ 1,2 milhão. O valor foi calculado com base nos lucros obtidos pela venda do disco de Tiririca à época. O álbum vendeu em torno de 250 mil cópias.

A decisão não afeta Tiririca, autor da música, já que ele não foi arrolado como parte do processo, apenas a Sony. "Na época do início do processo, em 1997, ele era uma pessoa sem posses. A sentença vale para quem tem o porte econômico", explica Adami. O advogado das ONGs descarta abrir novo processo contra o agora parlamentar. Cabe à Sony decidir se acionará Tiririca para "rachar" a indenização. A gravadora já depositou parte do dinheiro em juízo. 

Para o advogado, ainda que demorada, a decisão é um marco na luta contra o racismo. "Da mesma forma que a comunidade judaica nos ensina que não dá para ter paciência com neonazistas, é importante estar alerta para esse tipo de conduta de quem discrimina."

 
Confira a letra da música "Veja os cabelos dela"
(Alô gente, aqui quem fala é Tiririca
Eu também estou na onda do axé music
Quero vê os meus colegas tudo dançando)
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Parece bom-bril, de ariá panela
Parece bom-bril, de ariá panela
Quando ela passa, me chama atenção
Mas os seus cabelos, não tem jeito não
A sua catinga quase me desmaiou
Olha eu não aguento, é grande o seu fedor
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Veja veja veja veja veja os cabelos dela
Parece bom-bril, de ariá panela
Parece bom-bril, de ariá panela
Eu já mandei, ela se lavar
Mas ela teimo, e não quis me escutar
Essa nega fede, fede de lascar
Bicha fedorenta, fede mais que gambá
(Vamo todo mundo agitando, com Tiririca)
Veja veja veja veja veja os cabelos dela (12x) 

Fonte: Uol
Imprimir