Cidadeverde.com
Geral

Acusado de ser dono de mansão do tráfico consegue liberdade

Imprimir
Acusado na Operação Poty por tráfico de drogas e formação de quadrilha, Ulisses Kelson Campos Rodrigues, conseguiu umHabbeas Corpusna última quarta-feira (21) e aguardará julgamento em liberdade. Surpreendido com a notícia, o delegado da Entorpecentes, Samuel Silveira, disse em entrevista ao Notícia da Manhã de hoje (22), não compreender a decisão judicial.


Com as descobertas feitas na Operação Poty, foi expedido um mandado de prisão ao acusado de tráfico, que desde então se encontrava foragido. "Eu não entendi o Habeas Corpus porque para conseguir isso ele tinha que ter uma residência e um emprego fixos", argumenta o delegado.

Samuel Silveira afirmou que Ulisses Rodrigues praticava o tráfico há muitos anos, sem nenhum empecílio, o que lhe garantiu um expressivo patrimônio financeiro. "Ele tinha mansões e até um shopping próximo à Universidade Estadual do Piauí".


O delegado disse ter esperanças de que o Ministério Público consiga reverter a decisão. "Agora é o caso do MP continuar trabalhando e entrar com o devido recurso. Mas, para nós só resta lamentar", finalizou.

Balanço da Entorpecentes

O delegado Samuel Silveira fez um breve balanço das apreensões e prisões realizadas pela Delegacia de Entorpecentes no ano de 2011.

Segundo ele, foram apreendidos mais de 130 kg de drogas e realizadas quase 300 prisões de traficantes.

Matérias relacionadas:



Jordana Cury

Imprimir