Cidadeverde.com
Entretenimento

Artistas locais prestam uma bela homenagem a Luiz Gonzaga

Imprimir
Não são apenas as atrações nacionais que irão reverenciar o Rei do Baião na 14ª edição do Artes de Março. Grandes artistas locais também cantarão Lua e irão homenagear o artista através da dança, da música e de exposições. Já na abertura do festival, que acontecerá nesta quarta-feira (08), Dia Internacional da Mulher, um grupo feminino de feras da música piauiense irá cantar Luiz Gonzaga e homenagear as mulheres pelo seu dia. Ao lado da Orquestra Tamoio, Sarah Rejane, Soraya Castelo Branco, Dandinha, Iracema Teles, Nayra Lima, Carol Castro e Jô Ribeiro prometem emocionar o público presente.

Orquestra Tamoio prestará homenagens as mulheres
 
Ao longo da programação do Artes de Março, se apresentarão também no palco do festival Gustavo Baião; Escola Sidh Ribeiro; Gonzaga Lu; o grupo de dança Helli Batista Orquestra Sinfônica de Teresina com João Cláudio; Validuaté e Terê Groove.
 
A Orquestra Tamoio é um conjunto de baile latino americana. Tamoio, que em idioma tupi quer dizer “o mais antigo, o que preza pela tradição”, fala do repertório, composto em sua maioria por clássicos da música popular. A orquestra se inspira em grupos como a Orquestra Rubalcaba, La Sonora Matancera, Poly e Seu Conjunto e a Orquestra Tabajara. O “clima” gerado pelo grupo lembra os antigos bailes latinos, arrasta-pés e gafieiras. Ideal para a prática de dança do salão. 

Especialmente para o Artes de Março, foi preparado um repertório inteiro de Luiz Gonzaga, em homenagem ao seu centenário, interpretado por 7 cantoras em homenagem ao Dia Internacional da Mulher: Sarah Rejane, Soraya Castelo Branco, Dandinha, Iracema Teles, Nayra Lima, Carol Castro e Jô Ribeiro.
 
Já a Orquestra Sinfônica de Teresina vem com um concerto pronto de releituras de músicas de Luiz Gonzaga feitas pelo maestro Aurélio Melo em homenagem ao centenário do “Rei do Baião”. Trata-se de uma apresentação clássica mesclada de elementos nordestinos. O erudito e o popular em processo de fusão. O xote aproximando-se do barroco, o baião flertando com a música renascentista, xaxado e maracatu mudando a roupagem.
 
Vagner Ribeiro com Valor de PI, por sua vez, promete trazer muita música e dança ao palco, com inúmeras e significativas manifestações folclóricas espalhadas pelo interior do Piauí pouco ou totalmente desconhecidas do público e da mídia. “É o resultado de uma pesquisa que só começou e não tem fim”, descreve Vagner Ribeiro, referindo-se ao passeio pelo imaginário popular captado nas andanças e mostrado ao público com uma boa carga de lirismo durante o show.

A roda de São Gonçalo, Cavalo Piancó, Marujada, Pagode do Amarante, Reisado, Roda de São Benedito, Balandê, Boi, Cirandas, dentre outras manifestações culturais, conduzem a uma festa popular viva, rica de valores que compõem a identidade cultural de um Piauí real a ser descoberto e divulgado. São essas e outras emoções que Vagner Ribeiro e Valor de PI pretendem levar ao público do Artes de Março.
 
A banda piauiense Validuaté também marcará presença no festival. Há 7 anos, a Validuaté instiga o público com o seu som singular. Elementos de diversos gêneros musicais são agregados para construir um trabalho próprio. Performances, rock e alguma poesia se juntam a esse mosaico inclassificável. Formada por Quaresma (voz, viola, escaleta e gaitas), Thiago E (voz, cavaquinho e pandeiro), Vazin (vocais e guitarra), Júnior Caixão (vocais e guitarra), Davi Scooby (vocais e baixo) e John Well (bateria), a Validuaté também prestará a sua homenagem a Luiz Gonzaga, fechando a programação do Artes de Março ao lado da banda Terê Groove.

Banda Validuaté promete fechar o evento em alto estilo

Essa parceria entre Validuaté e Terê Groove, por fim, promete fechar em alto estilo o Artes de Março 2012. No show “Baião do Rei” terá blues, jazz, rock, choro, frevo, mambo, samba...e samba rock. É exatamente nessa fonte que Roraima e Terê Groove estão bebendo e fazendo suas releituras para homenagear o “Maior”. Um verdadeiro deleite sobre a grande obra de mais de 700 gravações de Luiz Gonzaga. Um oceano de informações em forma de música e vida. O show “Baião do Rei”, de Roraima e Terê Groove, é leve, intenso e envolvente. Tendo o velho Lua como fonte de inspiração, Roraima acrescenta: “Porque para nós tudo que é bom pode acabar em samba rock”.
 

Sobre a 14ª edição do Artes de Março
 
O Artes de Março 2012 acontece de 8 a 30 de Março no Teresina Shopping. Além das apresentações de música e dança, que nesse ano acontecem em uma estrutura especialmente montada para o evento na área de ampliação do shopping, o festival contará ainda com exposições sobre a vida de Lua - com fotografias, objetos do artista, discos – e outras exposições de gravuras e photoshop relacionadas aos 100 anos de Lua.
 
 
Cronograma de apresentações artísticas – Artes de Março
 
Semana 1 – Abertura Artes de Março (Dia Internacional da Mulher)
 
Quinta-feira – 8 de março
 
Orquestra Tamoio
Soraya Castelo Branco
Dandinha
Iracema Teles
Nayra Lima
Carol Castro
Jô Ribeiro
 
Semana 2
 
Segunda-feira – 12 de março – nacional – Waldonys
Terça-feira – 13 de março – local / nacional – Gustavo Baião / Cristina Braga
Quarta-feira – 14 de março – Escola Sidh Ribeiro (tradicional e contemporâneo) / Valor de PI
Quinta-feira – 15 de março – nacional – Falamansa
Sexta-feira – 16 de março – Gonzaga Lu / Heli Batista
 
Semana 3
 
Segunda-feira – 19 de março – nacional – Clã Brasil
Terça-feira – 20 de março – local – Orquestra Sinfônica de Teresina com João Cláudio
Quarta-feira – 21 de março – nacional – Cabras de Lampião de Serra Talhada
Quinta-feira – 22 de março – nacional – Tulipa Ruiz
Sexta-feira – 23 de março – local – Validuaté e There Groove
 
 
OBS: Todos os show tem início às 20h.

Da Redação



Imprimir