Cidadeverde.com

Justiça obriga estudante a pagar R$ 4.900 por agredir árbitra em jogo

Árbitra Eliete Fontenele/ reprodução rede social

O juiz Max Paulo Soares de Alcântara ordenou que o estudante, que agrediu a árbitra de futsal em Parnaíba, pague cinco salários mínimos, equivalente a R$ 4.990 como pena de reparação de danos para a vítima.  

No mês de junho, a árbitra Eliete Maria Fontenele dos Santos, 42 anos, foi agredida com tapas e socos no rosto durante partida de futsal em um campeonato realizado na Universidade Federal do Delta do Parnaíba, litoral do estado. Eliete chegou a cair no chão com a violência. Ela registrou boletim de ocorrência contra o estudante Rodrigo Quixaba Oliveira, que cursa engenharia de pesca.

A advogada da vítima pediu uma indenização de dez salários mínimos, mas o promotor que acompanhou o caso estipulou em R$ 4.990 e foi homologado pelo juiz. O estudante pagará o valor em parcelas de 10 meses. 

A árbitra informou que aguarda o resultado do processo administrativo aberto pela Universidade Federal para ingressar com ação de danos morais. Ela defendeu que o estudante seja expulso da universidade.

"Ficará feio para a universidade ele concluir o curso", disse Eliete Fontenele. 

Foto: Reprodução WhatsApp

A advogada de Eliete, Taíse Cristine, informou que aguarda o julgamento do Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para tomar as medidas judiciais cabíveis..

Além de Eliete e do estudante, outras pessoas foram ouvidas em Parnaíba. “Estamos aguardando a conclusão do PAD para dar entrada também com um processo na esfera cível”, informou Taíse.

Em entrevista ao Cidadeverde.com, o diretor da Universidade Federal do Delta do Parnaíba, campus Reis Velloso, Alex Marinho, informou que o resultado do processo administrativo será divulgado no máximo até quinta feira (5). O estudante poderá ser advertido, suspenso ou expulso da universidade.

O Cidadeverde.com tentou localizar o estudante, mas não obteve êxito. O site fica aberto para esclarecimentos. 


Flash Yala Sena e Valmir Macêdo
[email protected]