Cidadeverde.com

Semar lança projeto de educação ambiental para preservação da Lagoa do Portinho

Foto: reprodução

Desde julho, a Lagoa do Portinho, localizada entre os municípios de Parnaíba, Luís Correia e Bom Princípio tornou-se uma Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE).  Uma ARIE é uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável, que tem por objetivo preservar os ecossistemas naturais de importância regional ou local e, ao mesmo tempo, regular o uso admissível dessas áreas, de modo a compatibilizá-lo com os objetivos de conservação da natureza.

Com características naturais extraordinárias, a Lagoa do Portinho tem quase nenhuma ocupação humana, totalizando uma área aproximada de 3.731,7916 hectares. A área de pequena extensão abriga exemplares raros da biota regional. 

Pensando em fortalecer a preservação do meio ambiente e em compartilhar conhecimentos para que haja uma integração equilibrada das múltiplas dimensões da sustentabilidade - ambiental, social, econômica - o Escritório Regional da Semar de Parnaíba vem trabalhando desde outubro o projeto “Nossa Lagoa, preservando a Lagoa do Portinho”. 

“A lagoa já passou por situações de diminuição do nível d’água e rápido avanço das dunas. Após o reabastecimento de água atual, houve um aumento do fluxo de banhista, bem como o turismo e o comércio local. Aproveitamos esse momento para implementarmos essa ação que integra a comunidade, comercio local e o turista”, explica Helana Mesquita, técnica da educação ambiental do escritório regional da Semar de Parnaíba.  

O público alvo do projeto são os profissionais de saúde que atuam na comunidade, lideranças comunitárias, comerciantes, turistas e alunos das escolas da região. Neste mês de dezembro, já ocorreram três momentos de sensibilização: um na Lagoa do Portinho, o segundo na Escola Municipal Gastão Neves, e outro, ocorrido hoje (5), junto aos empreendedores da Prefeitura de Parnaíba.

No primeiro momento é apresentado a comunidade uma retrospectiva visual da lagoa, sendo, em seguida, apresentado as ações a serem realizadas, que envolvem atividades de mobilização como um concurso de produção artísticas nas escolas, oficinas, palestras e campanhas educativas com produção de cartazes e folders.

“Além das intervenções de foco ambiental, estão previstas ações de propulsão do turismo consciente com instruções e com placas educativas, bem como em relação à economia local, como a implantação da área específica para a comercialização de produtos e serviços”, destaca a secretária Sádia castro.
 
Este projeto conta com a colaboração de instituições como a UESPI, Prefeitura de Parnaíba, Prefeitura de Luís Correia, do Centro de Estadual de Referência em Saúde do Trabalhado (Cerest) e Capitania dos Portos.

Da Redação
[email protected]