Cidadeverde.com

Entrega da reforma do Porto das Barcas ocorre no início de 2020

Ao longo de 2019, o Governo do Estado do Piauí investiu mais de R$ 20 milhões em eventos culturais, feiras, festivais e recuperação do patrimônio histórico e cultural. Entre os principais investimentos está a revitalização do Complexo Porto das Barcas, em Parnaíba, a Casa de Cultura Odilon Nunes, em Amarante, e a entrega da plataforma elevatória e do sistema de combate a incêndio do Museu do Piauí.

A recuperação do Complexo Porto das Barcas, uma das maiores obras do estado, já está 90% concluída e será entregue no início de 2020. A reforma e restauração abrange todo o complexo, as lojas de artesanato e entorno do Museu Náutico.  O valor estimado para toda a recuperação do complexo é de aproximadamente R$ 8,5 milhões, recursos já assegurados pelo Finisa I.

“Foi um ano difícil por conta da situação econômica do país, mas o governador Wellington manteve os investimentos na cultura e tivemos um ano com saldo positivo. O Piauí vai se firmando na contramão do restante do Brasil como o estado que tem um olhar especial para a cultura. Mantivemos o nosso calendário cultural, conseguimos executar por completo, entregamos obras, e também fizemos a manutenção de espaços”, conta o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

Outra importante obra de preservação do patrimônio foi a de recuperação da Casa de Cultura Odilon Nunes, na cidade de Amarante, no território Entre Rios. O local foi construído no fim do século XIX, e abriga parte do patrimônio histórico da cidade e do Piauí. Foram investidos R$ 383 mil na reforma e modernização. Entre os serviços executados, estão a restauração da fachada, portas e janelas, além de uma nova cenografia para a sala de exposições, e um espaço que homenageia o poeta Da Costa e Silva.

O Theatro 4 de Setembro, que foi restaurado em 2016, ganhou este ano novos equipamentos de som e iluminação. Os camarins também receberam melhorias, além da galeria de Arte Nonato Oliveira, que ganhou novos expositores.

A manutenção dos equipamentos contemplou o Theatro 4 de Setembro, o Teatro Torquato Neto e Clube dos Diários, onde foram investidos R$ 229 mil,por meio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (Siec).

Na cidade de União, após a entrega da Casa de Cultura Benedito Martins do Rêgo, foram implantadas este ano oficinas de capacitação em teatro e dança para jovens a partir dos 13 anos de idade. As aulas ocorrem aos sábados e domingos, são gratuitas, e realizadas no local que ganhou um teatro com 150 lugares, camarins, e espaço para realização de eventos, em um investimento de R$ 585 mil do Governo do Estado.

O Festival da Uva de São João do Piauí foi retomado este ano em parceria com outros órgãos da administração direta e indireta. O festival ficou dois anos sem ser realizado, mas em 2019, além de fomentar o agronegócio e a agricultura familiar, também promoveu shows e oficinas de dança, antes mesmo do evento ser realizado. As aulas de dança beneficiaram desde adolescentes a idosos de até 75 anos.

Em 2020, alguns projetos serão entregues ainda no primeiro semestre do ano, como a reforma do Casarão do Olho D’água dos Negros, em Esperantina, a Casa de Leitura de Canto do Buriti, e o espaço de cultura de São Raimundo Nonato.

“Temos muitas coisas boas que serão realizadas na cultura em 2020, e obviamente nós vamos trabalhar para que, além dessas obras que fortalecem o fazer cultural dos espaços, a gente mantenha também o calendário. Acho que estamos fechando o ano com chave de ouro com o Natal de Sonho e Luz, que é uma proposta nova que veio para ficar, consagrando nesses últimos anos todas as intervenções que nós tivemos no centro histórico da cidade de Teresina”, afirma Fábio Novo.

Fonte: Ccom