Cidadeverde.com

Hipoclorito de sódio passa a ser usado no tratamento da água em Parnaíba

Foto: reprodução

Com o objetivo de garantir maior segurança operacional e ambiental, a Agespisa está utilizando hipoclorito de sódio no sistema de tratamento de água da cidade de Parnaíba, no litoral piauiense. Anteriormente, a empresa já havia empregado cloro gás e hipoclorito de cálcio (cloro granulado).

Além de potencializar a ação bactericida, o produto atinge com mais facilidade as chamadas pontas de rede, trechos vulneráveis do sistema de distribuição em razão da distância das estações de tratamento. O processo não utiliza insumos contaminantes ou perigosos, o que garante segurança aos colaboradores e ao meio ambiente.

Com um sistema de geração de cloro a partir do sal de cozinha nas estações de tratamento I e IV de Parnaíba, a Agespisa tem produzido cerca de 270 quilos de cloro ativo por dia. Os insumos necessários à produção in loco são de baixo custo e fácil acesso, como sal de cozinha (cloreto de sódio), água e energia elétrica.

“Com essas ações, reforçamos a eficiência do sistema de abastecimento de água de Parnaíba e a segurança operacional. Diante do sucesso atingido, pretendemos expandir o projeto para outros sistemas de tratamento de água”, ressalta o presidente da Agespisa, Genival Sales.

Atualmente, a Agespisa está produzindo 42 milhões de litros de água por dia no complexo de produção na cidade de Parnaíba, composta por quatro estações de tratamento de água.

Da Redação
[email protected]