Cidadeverde.com

Canoas são usadas para transporte de pedestres após Lagoa do Portinho transbordar

A Prefeitura de Parnaíba, a 337 km de Teresina, está disponibilizando canoas aos moradores para ajudar na passagem de pessoas na BR 402, no Km 39, na localidade povoado Carpina, onde onde ocorreu o transbordamento da Lagoa do Portinho. Um desvio está sendo construído para atender a região e está sendo estudada a possibilidade de se colocar uma ponte móvel.

No dia 9 de maio ocorreu o transbordamento da lagoa na BR 402, mas como o nível da água ainda estava baixo, ainda era permitido a passagem de veículos. No dia 13 de maio, com o aumento do nível da água em decorrência das chuvas que atingiram a região, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a interdição total da pista.

Como não é possível passar no trecho, foi realizado um desvio. Quem vai para o Ceará, o acesso a BR-402 pode ser feito pela PI-116.  Já o acesso a Parnaíba pela BR-402 se dará pelo entroncamento da BR-020 com a PI-116.

Para os moradores da região a situação ficou mais complicada, principalmente para os pedestres e ciclistas, por isso estão sendo colocadas canoas para ajudar nessa travessia. Como o nível da água não está alto, um funcionário a pé fica ao lado da canoa, empurrando, até concluir a passagem de um trecho a outro. Além disso, a prefeitura está providenciando um outro desvio.

Foto: Gleitowney Miranda

“Lá na BR 402 onde a pista foi cortada pela água, colocamos algumas medidas paliativas para os moradores da região, como canoas, para que os pedestres pudessem atravessar e está sendo feito um desvio saindo de Olho D’Água indo até direção do Parraxá, que deve estar perto de ser concluído”, informou o secretário de Meio Ambiente, Renan Benicio.

Como não é possível saber por quanto tempo essa situação vai durar, a Prefeitura de Parnaíba informou que está estudando a possibilidade de ser construída uma ponte móvel, com o apoio do Exército. 

“Estamos tentando na Prefeitura de Parnaíba, junto com o apoio do Exército Brasileiro uma ponte móvel para que seja colocado no trecho da BR 402 para que possa voltar a circulação de veículos. Está sendo estudado, mas já estamos em comunicação com o Exército sobre essa possibilidade. Também já oficiamos ao DNIT, para que assim que passe as chuvas, que seja realizada uma melhoria naquela localidade, já que sempre ocorre problemas com a água”, destacou.

No último domingo (22), a Lagoa do Portinho sangrou e alagou os bares. Além disso, águas da lagoa começaram correr em direção ao mar, o que não acontecia há anos.

Foto: Gleitowney Miranda

“A Lagoa do Portinho sangrou e estamos observando. A Semar estadual esteve hoje na cidade e entendemos que não há no momento a necessidade de intervenção humana, que a natureza vai seguir seu próprio rumo da água. As pessoas que moram naquela região, se necessitarem de apoio, nós vamos ajudar”, explicou o secretário.

Renan Benicio explicou que até o momento foram registrados alguns prejuízos, mas que já conversou com moradores e comerciantes sobre a situação.

“Por enquanto são prejuízos pontuais. As pessoas que usam essa rota da BR 402 para comércio e tráfego, são prejuízos pontuais. Os bares da Lagoa do Portinho, o mais afetado é o bar do Luiz, já conversamos com os donos de bares, mas eles entendem a situação. Já sofreram no passado por conta da seca e preferem aguardar que a natureza tome seu próprio rumo”, pontuou.

Bárbara Rodrigues
[email protected]