Cidadeverde.com

Réu é condenado a pagar pensão de 150 salários a filhas que perderam o pai em acidente

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Um réu foi condenado a pagar pensão mensal de 150 salários-mínimos a título de indenização em favor de duas irmãs, por ter sido considerado culpado pela morte do pai delas em um acidente automobilístico. A decisão é do juiz José Airton M. de Sousa, da 2ª Vara Cível da Comarca de Parnaíba.

De acordo com a sentença, o réu terá que pagar pensão mensal no percentual de 2/3 do salário-mínimo nacional em favor da parte autora, até que complete 25 anos de idade, retroativo à data do óbito, acrescidos de juros de mora a partir do vencimento de cada prestação.

Ainda conforme a decisão de piso, o réu terá que pagar quantia equivalente a 150 salários-mínimos, a título de danos morais, em favor da parte autora, acrescidos de juros de mora de 1% ao mês, a partir da data do evento danoso e correção monetária pelo INPC a contar da prolação desta sentença.

Segundo consta na decisão, o pai das autoras veio a óbito após sofrer acidente automobilístico provocado pelo réu, em razão de estar embriagado.

“As circunstâncias nas quais ocorreram os fatos, pelo que decorre da narrativa contida na inicial, confirmadas pelos documentos juntados, especialmente pelo boletim de acidente de trânsito, permitem concluir que o réu encontrava-se embriagado, que provocou grave acidente envolvendo diversos veículos, dos quais decorreu a morte de 03 (três) pessoas”, diz trecho da sentença.

Acidente aconteceu em 2014

O acidente aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2014 na BR-343, em Parnaíba. O passageiro de um carro que passava pela rodovia filmou o exato momento da colisão entre quatro veículos e deixou três mortos.

O problema começou quando uma picape colidiu de frente com uma Strada e depois bateu em uma Ranger.Sem ter como reagir, duas motocicletas que estavam atrás do veículo também acabaram se envolvendo no acidente e os ocupantes morreram.

Da Redação
[email protected]